Caixa, Itaú e mais bancos ofertam empréstimos com margem consignável de 35%

Pontos-chave
  • Os clientes já podem entrar em contato com os bancos para obter nova margem consignável;
  • A regra também permite carência de até 120 dias;
  • O acesso ao crédito consignado varia de acordo com a instituição financeira.

Os bancos brasileiros já estão preparados para oferecer mais crédito consignado aos clientes. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Associação Brasileira de Bancos (ABBC), os clientes já podem procurar as instituições para obter empréstimos com margem consignável de 35%.

Caixa, Itaú e mais bancos ofertam empréstimos com margem consignável de 35%
Caixa, Itaú e mais bancos ofertam empréstimos com margem consignável de 35% (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Segundo informado pelo Febraban e ABBC, os bancos afiliados estão prontos para conceder mais crédito aos respectivos clientes. Por meio de um acordo, será possível oferecer carência de até 4 meses para novos e antigos empréstimos neta categoria.

As instituições filiadas finalizaram o processo de adaptações internas para a adequação à Lei nº 14.131/21, sancionada em 30 de março. Esta lei aumenta a margem de 30% para 35% para os empréstimos consignados.

A margem consignável se refere à parte da remuneração mensal que pode ser comprometida com a solicitação de crédito. A lei ainda permite a carência de até 120 dias.

Para viabilizar as novas medidas, houve adaptações nos sistemas de processamento e gestão da folha de pagamento dos órgãos públicos responsáveis pelos principais convênios de consignação no Brasil.

Desde o início da pandemia de covid-19, o setor bancário tem realizado esforços para preservar a atividade econômica, segundo a entidade.

Além disso, este setor tem empreendido para a proteção ao consumidor e ao crédito — especialmente para subsidiar as necessidades emergenciais de usuários de serviços financeiros.

O presidente da Febraban, Isaac Sidney, afirma que as medidas possuem o principal objetivo de aliviar a pressão sobre os orçamentos familiares.

Estas ações ocorrem mediante a ampliação do prazo e recursos para os servidores públicos, aposentados e pensionistas do INSS, além de empregados de empresas privadas — por meio de um empréstimo barato e de longo prazo.

Aposentados, pensionistas e servidores compõem maior parte do crédito consignado

Dados de fevereiro do Banco Central apontam que o crédito consignado possui uma carteira de R$ 446,7 bilhões. A maior parte está concentrada em operações de aposentados e pensionistas do INSS e junto aos servidores públicos.

Além de apresentar crescimento constante, esta carteira tem apresentado consistente queda nas taxas praticadas junto aos clientes.

Clientes já podem procurar os bancos para obter empréstimo com margem consignável de 35%

A Febraban destaca que os clientes já podem entrar em contato com as instituições financeiras. A escolha poderá ser de acordo com o interesse e conveniência entre as partes.

Os usuários poderão buscar mais crédito ou ter maior flexibilidade no cumprimento das obrigações financeiras, segundo a avaliação caso a caso.

As instituições financeiras já estão preparadas para a oferta de mais crédito consignado
As instituições financeiras já estão preparadas para a oferta de mais crédito consignado (Imagem: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

Oferta de bancos para o crédito consignado

O Bradesco informou ao Extra que já tem trabalhado com novas condições para o crédito consignado. Os clientes beneficiários do INSS podem realizar os contratos por internet banking, aplicativo, caixas eletrônicos, central telefônica de atendimento ao cliente e agências.

O Banco do Brasil indicou que a margem do consignado foi ampliada para 35%. Os clientes podem contratar o empréstimo inclusive pelo aplicativo BB para celular. Neste caso, não há necessidade de comparecer a uma agência da instituição.

O Itaú confirmou a oferta da margem estendida e carência de até 120 dias. OS aposentados e pensionistas do INSS poderão obter empréstimos com taxas de juros a partir de 1,15% ao mês. O prazo de financiamento pode ser entre 11 e 84 meses.

Não há necessidade de ser correntista do Itaú para a contratação do produto. Os interessados poderão solicitar o crédito por internet banking, aplicativo de celular, caixa eletrônico, agências ou por correspondente.

O Santander Brasil afirmou que já está preparado tecnicamente para cumprir a lei — que possibilita a margem de 35% e a carência de até 120 dias para quitar a primeira parcela. A instituição financeira, em diversos casos, oferece essas condições, como para os beneficiários do INSS.

A Caixa, segundo informado no site, oferece o crédito consignado, que é calculado conforme o salário ou benefício. A instituição indica que a prestação não passa 35% do que o cliente recebe.

O crédito está disponível para funcionários de empresas e órgãos conveniados, aposentados e pensionistas do INSS. O procedimento pode ser feito por internet banking, correspondente Caixa Aqui Negocial, além de agência Caixa e canais de autoatendimento.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Caixa, Itaú e mais bancos ofertam empréstimos com margem consignável de 35%

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA