Brasil cria 184,1 MIL vagas de emprego em março com queda no saldo

O país registrou a criação de mais de 180 mil empregos no mês passado. O resultado positivo aconteceu nos cinco maiores setores da economia. O setor que mais cresceu no mês de março foi o se serviços, criando 95,5 mil vagas de emprego.

Brasil cria 184,1 MIL vagas de emprego em março com queda no saldo
Brasil cria 184,1 MIL vagas de emprego em março com queda no saldo (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

De acordo com os dados apresentados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), no mês de março deste ano, foram criadas 184.140 vagas de emprego. Esse crescimento veio, mesmo com o agravamento da pandemia e com a adoção de medidas restritivas mais rígidas.

Mesmo sendo um saldo positivo, os números mostram que houve uma desaceleração no crescimento de vagas de emprego. Isso porque, no mês de janeiro, foram criadas 257,8 mil oportunidades de trabalho com carteira assinada no Brasil.

Mesmo com essa desaceleração, o saldo do mês de março é positivo e tem como principal responsável o setor de serviços. Sobre isso, o ministro Paulo Guedes afirmou que o setor que estava com mais dificuldade conseguiu se reerguer e alavancar a economia brasileira.

Entre os meses de janeiro a março, foram criadas 837,1 mil vagas de emprego. Esse número mostra que os brasileiros estão tendo oportunidade de trabalho, mesmo com a pandemia de Covid-19 e a crise econômica gerada pela doença.

Além disso, esse número é bem melhor do que no mesmo período de 2020, quando o país começa a enfrentar a pandemia. Na época foram abertas 108,8 mil vagas de trabalho. Para piorar a situação, em março do ano passado 276 mil pessoas foram demitidas.

É importante lembrar que o país entrou em quarentena no mês de março de 2020, precisando adotar medidas de restrições sociais. Com isso, muitos estabelecimentos precisaram ficar fechados sem previsão de retorno.

Esse cenário foi a principal causa do aumento do desemprego no Brasil durante o primeiro semestre de 2020. Dessa maneira, o país chega, após um ano de pandemia, com saldo positivo na criação de empregos é algo surpreendente.

De acordo com o ministro da economia, uma das causas para esse cenário positivo foi a criação do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. Esse permitiu a redução de jornada de trabalho e salário, com garantia do emprego.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.