Valor da conta de luz terá acréscimo de pelo menos 10% em 2021, diz Aneel

Conta de luz terá reajuste de quase 10% em região específica do país. Nesta quinta-feira (22), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o projeto que aumenta o valor das tarifas elétricas em parte do Nordeste. A medida consolida um reajuste médio de 8,96% nos carnês dos consumidores atendidos pela Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern).

publicidade
Valor da conta de luz terá acréscimo de pelo menos 10% em 2021, diz Aneel (Foto: Sérgio Lima/Poder 360)
Valor da conta de luz terá acréscimo de pelo menos 10% em 2021, diz Aneel (Foto: Sérgio Lima/Poder 360)

Os moradores do Rio Grande do Norte terão que reorganizar suas contas e economizar no consumo de energia elétrica. De acordo com o último decreto da Aneel, a conta de luz dessa região ficarão ainda mais caras. A empresa aprovou um reajuste em duas categorias a ser implementado pela Cosern.

De acordo com o texto do projeto, os consumidores terão um acréscimo de 8,96% em suas tarifas. Para aqueles de alta tensão, como os industriais, o reajuste médio será de 11,18%. Já os comerciais e residenciais atendimentos em baixa tensão terão uma alteração de 8,27%.

publicidade

Motivações do reajuste na conta de luz

A justificativa adotada pela aplicar as correções, segundo a Aneel, levou em consideração os impactos do novo coronavírus que regou uma reversão de -4,31% nas cobranças a Cosern.

Desse modo, a população passará a prestar conta da quantia amenizando a prejuízo gerado na folha orçamentária da distribuidora.

Outro grande motivo, afirmou a Aneel, foi o interesse de minimizar a alteração no cronograma de pagamento de indenizações às transmissoras. E, o abatimento de créditos tributários devido ao pagamento indevido de PIS e Cofins pelos consumidores no passado.

As novas tarifas passaram a valer já a partir dessa quinta-feira (22) e não apresentam previsão de baixa. A Aneel oficializou sua decisão em uma publicação no Diário Oficial da União. Cerca de 1,5 milhões de pessoas deverão ser afetadas.

Impactos para a população

Diante dos acréscimos, economistas orientam os moradores do RN é economizar no consumo. Aparelhos como ar condicionado, chuveiro elétrico, maquina de lavar, entre outros, devem ser utilizados por um menor tempo.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Por fim, os cidadãos podem ainda acompanhar o cálculo de consumo de suas casas através de seus contadores. Em caso de cobranças acima da média registrada, é possível contestar e ganhar indenização através de uma notificação contra a distribuidora.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!