Como realizar matrícula nos cursos do SISU 2021 em período de pandemia?

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi criado pelo Ministério da Educação (MEC) com a intenção de democratizar o acesso dos estudantes às instituições de ensino superior públicas. As vagas oferecidas são destinadas para os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2020.

Como realizar matrícula nos cursos do SISU 2021 em período de pandemia?
Como realizar matrícula nos cursos do SISU 2021 em período de pandemia? (Imagem: Portal Nacional da Educação)

O programa é gratuito, o estudante que se inscrever não paga nenhuma taxa e está isento do pagamento de mensalidades.

O Sisu não oferta bolsas de estudo, mas sim acesso a cursos de instituições públicas de ensino superior.

Quem pode participar do Sisu?

Os estudantes que desejam participar do Sisu devem ter participado da última edição do Enem. Além disso, é necessário que os candidatos não tenham zerado na redação.

Os candidatos que participaram da seleção de outras edições e não foram selecionados, não devem estar cursando nenhuma graduação antes.

Calendário SISU 

Após mudança no período de inscrições, que ao invés de encerrar no dia 9 de abril foi encerrado no dia 14 do mesmo mês, todos os outros processos foram alterados.

Incluindo, os resultados, inscrição na lista de espera e a matrícula no SISU. Com isso, o novo calendário ficou:

  • Inscrições: 4 a 9 de abril;
  • Resultado chamada regular: 16 de abril;
  • Prazo para participar da lista de espera: 16 a 23 de abril;
  • Matrícula da chamada regular: 19 a 23 de abril;
  • Convocação dos candidatos em lista de espera: 27 de abril.

Como fazer a matrícula no SISU

Após consultar no portal do SISU e confirmar que foi classificado para um dos cursos escolhidos, o próximo passo é fazer sua matrícula. Em tempos normais, isto é, sem restrição na circulação de pessoas, a matrícula podia ser feita nas universidades.

No entanto, devido as regras para conter as aglomerações, muitas universidades estão adotando novos sistemas. Por exemplo, preferindo a matrícula online com o envio dos documentos no site da instituição.

Outra alternativa é ligar no campus selecionado e agendar um horário para atendimento. Mas vale lembrar que todo esse processo e as regras são expostas exclusivamente pela universidade.

O processo da matrícula com todos os documentos necessários é obrigatório. Quem deixar de fazê-lo perde sua vaga, que será remanejada para a lista de espera. 

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.