SISU 2021 libera recurso para visualizar classificação no programa

Na manhã de hoje, 13, o MEC alterou a forma com que as notas de corte do SISU, sistema de seleção para vagas em universidades públicas, são apresentadas. Com isso, a decisão do antecessor da pasta, Abraham Weintraub, foi revertida.

SISU 2021 libera visualização da lista de classificação; confira como
SISU 2021 libera recurso para visualizar classificação no programa (Imagem: Google)

A decisão de Weintraub foi alvo de duras críticas de estudantes. Em 2020, o MEC (Ministério da Educação) passou a organizar a apresentação dos dados de forma com que as notas de cortes ficavam artificialmente mais elevadas, o que acabava inutilizando na prática, o recurso que baliza a seleção dos candidatos.

O sistema não considerava para a nota de corte até 2019, a segunda opção dos inscritos que já estavam sendo selecionados na primeira opção de curso. A partir desta semana, este modelo volta a ser usado. 

“O Sisu 2020 gerava uma dupla classificação. Ou seja, um mesmo candidato ocupava temporariamente duas vagas, gerando algo como uma “classificação fantasma”. Isso ocorria pois, ao sair o resultado, caso o candidato fosse aprovado em sua primeira opção, ele desaparece da lista de classificados da sua segunda opção, fazendo com que outros candidatos em posições inferiores durante as prévias ganhem várias colocações no momento do resultado da chamada regular”, explicou o professor e especialista em SISU, Frederico Torres.

Um dos alunos do professor terminou o ano de 2020 na 83ª posição no SISU. Quando o sistema foi fechado e com a saída da lista de quem escolheu aquele curso como segunda opção, este aluno subiu para a 43ª posição.

O problema é que não é possível estimar  quantas classificações fantasmas estão em posições a frente do candidato.

Com a mudança desta segunda, o sistema passa a revelar a real classificação do candidato sem levar em consideração o que os alunos batizaram de “classificações fantasmas”.

Em decorrência desta alteração, o Sisu, que terminaria no dia 9, foi adiado até a quarta (14).

Calendário Sisu 

  • Periodo de inscrição: de 6 a 14 de abril
  • Divulgação da chamada única: 16 de abril
  • Matrícula ou registro acadêmico: de 19 a 23 de abril
  • Manifestação de interesse em participar da lista de espera: de 16 a 23 de abril.

Paulo AmorimPaulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.