PIS/PASEP ainda paga R$1,1 mil para 3 milhões de pessoas em 2021

Mesmo atrasando seu cronograma, governo federal ainda deverá conceder mais de R$ 600 milhões pelo PIS/PASEP em 2021. Nas últimas semanas, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil passaram a cobrar aos trabalhadores que ainda não efetuaram o saque de seus abonos salariais com ano base 2019/2019. O benefício será suspenso em breve. Acompanhe.

PIS/PASEP ainda paga R$1,1 mil para 3 milhões de pessoas em 2021 (Imagem: Agência Brasil)
PIS/PASEP ainda paga R$1,1 mil para 3 milhões de pessoas em 2021 (Imagem: Agência Brasil)

Os segurados do PIS/PASEP devem ficar atentos ao prazo limite para retirada de seus salários. De acordo com os últimos informes concedidos, quem não efetuou o saque do ano base 2018/2019 terá até o dia 30 de junho deste ano para poder usufruir do benefício.

O procedimento de saque permanece sendo feito pela Caixa Econômica (para quem atua em empresa privada) e pelo Banco do Brasil (servidores públicos). Para fazer a retirada, basta ir até uma agência apresentando um documento oficial com foto ou usar o cartão do banco em seus caixas eletrônicos.

Balanço de atrasos pelo PIS/PASEP

De acordo com os últimos números concedidos pela Caixa, há cerca de 887 mil trabalhadores que ainda não tiraram o PIS. O montante representa uma despesa de aproximadamente R$ 625,9 milhões.

Já no caso dos funcionários públicos, há aproximadamente 208 mil servidores que não acessaram a quantia. Para esse grupo a despesa total é de R$ 96 milhões que podem ser devolvidos aos cofres públicos após o período máximo.

Pagamento do PIS/PASEP 2021

Para quem esperava receber neste ano, contabilizando o tempo de serviço prestado em 2020, as notícias já não são tão positivas. Diante da permanência do novo coronavírus, o governo federal informou que estará atrasando o calendário.

Os pagamentos que deveriam passar a ser efetuados a partir de julho ficarão disponíveis apenas em fevereiro de 2022. Com os recursos do abono salarial a equipe econômica federal estará custeando as parcelas do BEm para quem teve a jornada de trabalho e salário reduzido.

O novo cronograma oficial ainda não foi divulgado e o governo também não informou que irá conceder dois abonos juntamente ao longo dos próximos meses. Há previsão é de que o ano base de 2021 passe a ser concedido apenas em 2023 e assim por diante.

Para acompanhar todo o cronograma do projeto, fique de olho em nossa página exclusiva do PIS/PASEP. Através dela é possível se informar sobre as alterações de datas e correções de valores determinados pelo poder público.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA