Salário mínimo ideal para famílias brasileiras seria de R$ 5.315, diz Dieese

O salário mínimo vigente é de R$ 1.100, um aumento de apenas R$ 55,00 em relação a 2020. Agora, um estudo recente feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontou que o valor ideal para sustentar uma família composta por dois adultos e duas crianças, deveria ser de R$ 5.315,74 em março. 

Salário mínimo ideal para famílias brasileiras seria de R$ 5.315, diz Dieese
Salário mínimo ideal para famílias brasileiras seria de R$ 5.315, diz Dieese. (Imagem: Reprodução/Google)

A informação se baseia na Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos de março de 20221, demonstrando que o valor mencionado equivale a 4,83 vezes equivalente ao salário mínimo atual.

O Dieese realizou a pesquisa de acordo com a cesta básica da capital de Santa Catarina, Florianópolis, tendo em vista que é a mais cara do Brasil, diante de um custo de R$ 632,75, ou seja, 62,19% do salário mínimo vigente.

Vale ressaltar que o preço médio das cestas básicas caiu em 12 cidades, enquanto teve um aumento em outras cinco, tudo isso entre o período de fevereiro e março de 2021. As reduções mais expressivas foram notadas em Salvador, com -3,74%; Rio de Janeiro com -2,74% e São Paulo com -2,11%.

Enquanto isso, o aumento atingiu as maiores capitais do país, como Aracaju com 5,13%; Natal com 2,83%; Curitiba com 0,77%; Belém com 0,55% e Campo Grande com 0,26%

Além da alimentação básica de uma família composta por quatro membros, o valor de R$ 5.315,74 também considera gastos com moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Isto é, fatores básicos para uma subsistência de qualidade.

O salário mínimo no valor de R$ 1.100 foi estabelecido antes da inflação se consolidar em 2020, ficando R$ 2,00 abaixo da inflação, tendo em vista que ela foi divulgada no dia 12 de janeiro, explicando esta diferença. 

Como de costume, o índice inflacionário deve considerar o reajuste do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), responsável por calcular os preços direcionados a famílias que possuem renda mensal entre um a cinco salários mínimos. No ano de 2020, o INPC acumulado atingiu a margem de 5,45%, superior aos 5,22% previstos pelo Governo Federal.

Neste sentido, é importante dizer que a Medida Provisória (MP) 1.021, de 2020, que dispõe sobre o valor do salário mínimo em R$ 1.100,00 foi prorrogada pelo Governo Federal por mais 60 dias.

O aumento em comparação com o valor proposto em 2020 foi de apenas R$ 55,00, estipulado em conformidade com o INPC acumulado em 5,26%.

No entanto, logo depois que a MP foi editada, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), informou que o índice correto seria de 5,45%. Esta alteração deixou o salário mínimo de 2021 abaixo da inflação, retirando a garantia de poder de compra dos brasileiros. 

Sendo assim, enquanto não se chega a um acordo definitivo sobre o real valor do salário mínimo para 2020, continua em vigor a quantia estipulada de R$ 1.100,00, a qual foi prorrogada através do Ato 14, de 2021. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA