Aplicativo do Banco do Brasil realiza PIX usando contatos salvos no celular

O PIX, nova solução de pagamentos do Banco Central, veio como uma alternativa aos serviços tradicionais de pagamentos e tem a finalidade de agilizar o dia a dia dos usuários. Recentemente o Banco do Brasil anunciou que seus clientes poderão enviar valores através do PIX para seus contatos salvos no celular.

App do Banco do Brasil faz PIX usando contatos salvos no celular
App do Banco do Brasil faz PIX usando contatos salvos no celular (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

PIX para os contatos 

O anúncio que foi feito através do perfil do BB no Twitter, explicava através de um pequeno vídeo, o passo a passo para enviar valores para seus contatos de forma fácil e rápida. Todo o processo leva apenas alguns minutos. Confira a postagem do banco.

Sendo assim, se você é cliente do Banco do Brasil  e quer enviar o Pix para seus contatos a partir do app do Banco do Brasil, veja o passo a passo:

  • Na tela de seleção da Chave Pix, clique no botão “Contatos”
  • Selecione o contato para qual você deseja enviar a chave
  • Agora confira os dados antes de confirmar
  • E pronto, você já está na tela para efetuar o Pix!

PIX

Utilizar o PIX nas instituições financeiras é fácil. Basta criar uma chave, que pode ser o CPF, e-mail ou outras opções, e fazer o envio quase instantâneo dos valores.

Em fevereiro deste ano, a solução já passava das 159 milhões de chaves cadastradas. No final de 2020, com menos de dois meses em atividade, esse número era de 133,87 milhões.

Além disso, no caso das pessoas físicas, as chaves passaram de 128,1 milhões em dezembro para 152,47 milhões em janeiro de 2021.

PIX é líder no ranking de transações

Em um curto período, a solução do BC já domina o número de transferências realizadas, mas ainda fica atrás do TED em valores transacionados.

De acordo com o BC, cerca de 286 milhões de operações foram realizadas via PIX neste ano. Já as TEDs representaram 53,2 milhões de transferências no mesmo período, ou seja, somente 18,5% do total do PIX.

Porém quando falamos sobre valor transacionado, a situação muda. Ao passo que a solução do BC movimentou R$ 225 bilhões neste ano, as TEDs movimentaram R$ 2,7 trilhões, mais de 10 vezes mais que a nova solução.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.