Cuidado! Golpistas usam prova de vida do INSS para roubar dados no WhatsApp

Recentemente tem havido uma série de relatos sobre aposentados e pensionistas vítimas de golpe atreladas à prova de vida do INSS. O golpe é aplicado via WhatsApp, onde o criminoso obtém os números de documentos e demais dados pessoais que viabilizam fraudes financeiras. 

Cuidado! Golpistas usam prova de vida do INSS para roubar dados no WhatsApp
Cuidado! Golpistas usam prova de vida do INSS para roubar dados no WhatsApp. (Imagem: Reprodução/Google)

O alerta foi feito pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o qual relatou que os golpistas têm se aproveitado do fortalecimento dos meios virtuais durante a pandemia da Covid-19.

Assim, chegaram até mesmo a criar um aplicativo falso capaz de solicitar que os segurados da autarquia fizessem a prova de vida anual através da plataforma. 

A fase inicial do golpe acontece quando o criminoso entra em contato com a vítima através de ligação. Em casos específicos até menciona algumas informações pessoais sobre a vítima na tentativa de validar o golpe.

Posteriormente, uma mensagem é enviada para o WhatsApp da vítima requerendo o envio de fotos dos documentos pessoais para concluir o procedimento. 

Neste sentido, é extremamente importante explicar que o INSS não tem o costume de fazer nenhum tipo de contato através de ligação telefônica, muito menos pelo WhatsApp, especialmente no que compete a um processo tão minucioso quanto a prova de vida. 

O INSS entra em contato com o segurado apenas em casos específicos como para notificar sobre os trâmites de um requerimento ou procedimento, bem como para reagendar algum serviço.

Esse contato é feito através de canais oficiais da autarquia, como e-mail, SMS, carta e, em último caso, ligação telefônica. Os canais oficiais do instituto, são:

  • Meu INSS: aplicativo para Android e iOS ou pelos sites: gov.br/meuinss ou meuinss.gov.br;
  • Central de atendimento 135: o atendente não solicita senha nem dados pessoais do segurado;
  • SMS: a mensagem de texto oficial pode ser identificada pelo número 280-41;
  • Carta física ou e-mail.

Além do mais, os dados pessoais de cada aposentado ou pensionista devem ser fornecidos ao INSS somente quando o próprio instituto solicitar através de um dos canais oficiais mencionados.

Em seguida o segurado deve tentar um novo contato com a autarquia que irá pedir o número do CPF e nome da mãe para confirmar a identidade. 

Também é preciso ressaltar que em virtude da complicação no cenário da pandemia da Covid-19, a prova de vida foi temporariamente suspensa mais uma vez. Sendo assim, medidas como cortes de benefícios por falta de renovação do procedimento não podem acontecer. 

O retorno do procedimento estava previsto para o mês de maio de 2021, contudo o Governo Federal adiou a rotina por mais 30 dias. Por outro lado, estudos têm sido realizados com o intuito de identificar uma alternativa para que a prova possa ser feita remotamente.

Ressaltando que esta etapa do projeto foi viabilizada no dia 23 de fevereiro, contemplando mais de cinco milhões de beneficiários do INSS

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Cuidado! Golpistas usam prova de vida do INSS para roubar dados no WhatsApp

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA