Inscrição no Cadastro Único: Quais as vantagens em atualizar os dados?

Governo federal reforça a fiscalização de seus projetos sociais. Nas últimas semanas, diversos setores administrativos estão solicitando que a população renove seus informes no Cadastro Único. Parte significativa daqueles que estão em atraso tiveram os salários de benefícios como o BPC e o Bolsa Família cortados. Abaixo, entenda a importância do procedimento.

publicidade
Inscrição no Cadastro Único: Quais as vantagens em atualizar os dados? (Imagem: Reprodução/Google)
Inscrição no Cadastro Único: Quais as vantagens em atualizar os dados? (Imagem: Reprodução/Google)

A renovação dos dados no Cadastro Único tem sido uma solicitação cada vez mais recorrente pelo governo federal. A plataforma é utilizada como uma espécie de banco de dados na hora de analisar e conceder uma série de pagamentos dos projetos sociais brasileiros.

Isso significa dizer que, uma vez em atraso, o cidadão fica sujeito não só a ter seu nome incluso nas folhas orçamentárias, como também a ter o benefício já aprovado suspenso. Ou seja, atualizar os informes no CadÚnico garante a segurança de concessão dos salários sociais.

publicidade

É por meio da participação na plataforma que o cidadão passa a ter o direito de ingressar em uma série de projetos em nível federal, estadual e municipal. Para além dos mais conhecidos como o Bolsa Família, por exemplo, a inclusão no CadÚnico pode resultar até mesmo em descontos nas contas de água e energia.

Lista dos benefícios concedidos por meio do Cadastro Único:

  • Água para todos;
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • Auxílio emergencial;
  • Bolsa estiagem;
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  • Carta Social;
  • Carteira do Idoso;
  • Crédito Instalação;
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos;
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Programa Brasil Afabetizado;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa de Cisternas;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI​;
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário;
  • Programa Nacional de Reforma Agrária;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Telefone Popular;

Isso significa dizer que, uma vez cadastrado e atualizado no CadÚnico, o cidadão pode gozar dos projetos acima desde que se enquadre nas regras de concessão. Além disso, permite que o governo tenha acesso aos seus dados ajudando na consolidação de novas políticas públicas sociais.

Como se inscrever no Cadastro Único e quais os documentos?

O processo de inscrição é fácil, atualmente basta de conectar na plataforma e preencher o formulário apresentado. Com a abertura dos postos do CRAS, a inscrição e atualização de dados pode ser feita presencialmente.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Ao longo do procedimento, você deverá apresentar os seguintes informes:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor.
publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!