Vendas na Páscoa: 10,5 milhões devem desistir dos ovos esse ano, diz pesquisa

Uma das datas mais aguardadas do ano se aproxima: a Páscoa. Porém, esse ano, devido a crise econômica causada pelo coronavírus e o endividamento das famílias, milhões de brasileiros devem deixar de comprar ovos de chocolate em 2021.

Vendas na Páscoa: 10,5 milhões devem desistir dos ovos esse ano, diz pesquisa
Vendas na Páscoa: 10,5 milhões devem desistir dos ovos esse ano, diz pesquisa (Imagem Google)

De acordo com uma pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), cerca de 102,7 milhões de brasileiros devem fazer compras para a Páscoa em 2021.

O que mostra uma diminuição de 10,5 milhões de consumidores em comparação com 2019. No ano passado, a pesquisa não foi feita.

Os dados do levantamento revelaram que 64% dos consumidores tem a intenção de  comprar presentes e chocolates para a Páscoa, enquanto 19% não pretendem ir às compras.

Existem também outros 16% que ainda não se decidiram. Na última Páscoa antes da pandemia, 72% responderam ter a intenção de fazer compras para data.

“A crise econômica gerada pela pandemia também está impactando as compras deste ano, de acordo com a pesquisa. Entre os que não devem comprar ovos ou chocolates porque estão endividados, desempregados, tiveram redução salarial ou estão distantes das pessoas que poderiam presentear, 78% afirmam haver influência do cenário da pandemia”, mostrou a pesquisa.

A pesquisa foi feita em parceria com Offer Wise Pesquisas. Consumidores das 27 capitais brasileiras foram ouvidos entre os dias 26 de fevereiro e 8 de março.

Razões para não comprar ovos nesta Páscoa 

Os motivos citados pelos consumidores para não comprar foram:

  • Estou endividado, tenho que priorizar pagamento de dívidas: 38,5%
  • Estou desempregado: 35,7%
  • Não gosto/ Não tenho costume: 18,8%
  • Tenho outras prioridades de compra: 16,2%
  • Vou economizar para o almoço de Páscoa: 10,1%
  • Tive redução salarial: 8,3%
  • Estou distante das pessoas que poderia presentear: 5,5%
  • Estou/tenho problemas de saúde: 3,8%
  • Vou economizar para a viagem do feriado: 1,8%
  • Outros: 3,3%

O levantamento mostrou também que 24% dos consumidores que pretendem comprar chocolates e presentes estão com contas em atraso e 66% com nome em restrição. Existe também uma parcela de 5% que provavelmente deixará de pagar alguma conta para comprar produtos para a data comemorativa.

De acordo com a pesquisa, o gasto médio dos consumidores ouvidos será de R$209,49 neste ano para a compra de 5 produtos em média.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.