Auxílio emergencial do RJ: 900 mil receberão parcelas durante super feriado

No Rio de Janeiro, população de baixa renda receberá auxílio para lidar com a pandemia. Nessa semana, a Prefeitura Municipal informou que estará beneficiando 900 mil cariocas que terão suas atividades comprometidas durante o lockdown dos próximos 10 dias. A iniciativa terá um investimento de cerca de R$ 100 milhões. Saiba quem serão os contemplados.

Auxílio emergencial do RJ: 900 mil receberão parcelas durante super feriado (Imagem: Google)
Auxílio emergencial do RJ: 900 mil receberão parcelas durante super feriado (Imagem: Google)

O auxílio carioca foi aprovado e passará a ser concedido neste final de semana. De acordo com os dados da prefeitura do Rio de Janeiro, cerca de 14% da população será contemplada com valores de até R$ 500.

A divisão varia de acordo com a atuação no mercado, fazendo com que o projeto opere em quatro frentes:

  • Cartão Família Carioca: média de R$ 240 por família, beneficiando 177.091 mil pessoas, totalizando R$ 14,1 milhões
  • Cartão Alimentação: R$ 108,50 para cada aluno da rede municipal de educação, beneficiando 643 mil estudantes, totalizando R$ 72,7 milhões
  • Apoio emergencial: R$ 200 por família, beneficiando 50.339 mil pessoas, totalizando R$ 5,7 milhões
  • Comércio ambulante: R$ 500 por pessoa, beneficiando 13,5 mil pessoas, totalizando R$ 7,7 milhões.

Calendário de pagamento

O benefício passará a ser concedido a partir desta sexta-feira (26) até se estenderá até o domingo de Páscoa (4 de abril), período em que as medidas de restrição ficarão ativas.

“Estamos garantindo para as pessoas mais pobres dessa cidade a possibilidade de que elas tenham renda, podendo se preservar nesse momento”, disse o prefeito, Eduardo Paes.

Apoio emergencial e ambulantes

Entre as frentes de atuação do projeto, a gestão reforçou que estará concedendo apoio especial para os comércios ambulantes. Por meio do Cartão Família Carioca, os vendedores poderão garantir suas alimentações enquanto não estiverem nas ruas com seus produtos.

São aquelas pessoas que vivem na pobreza extrema. Já estão no Cadastro Único do governo federal, mas não recebem nem o Cartão Família Carioca, nem o Bolsa Família“, destacou Paes.

Para os ambulantes, o valor será de R$ 500, porém é preciso que estes estejam com seus dados devidamente cadastrados no site da prefeitura e tenham pago a taxa de atuação de 2019.

Esses ambulantes são pessoas que estão nas praias, barraqueiros, que estão nos corredores comerciais da cidade, de feira de ambulante… que comercializam os produtos nas ruas, desde que estejam cadastrados no município“, avisou Paes.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Auxílio emergencial do RJ: 900 mil receberão parcelas durante super feriado

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA