Restituição do Imposto de Renda 2021: Veja motivos que podem aumentar o valor

Pontos-chave
  • Caso o contribuinte envie a declaração do IR com antecedência, os valores serão recebidos com mais rapidez;
  • A restituição do Imposto de Renda rende de acordo com a taxa Selic;
  • A inclusão de algumas informações na declaração poderá aumentar a restituição.

Caso um contribuinte tenha pago impostos a mais do que deveria ao longo do ano anterior, a Receita Federal devolverá a quantia por meio da restituição do Imposto de Renda 2021. A pessoa que possui direito à restituição deve considerar alguns fatores que podem fazer com que o valor a ser recebido seja maior.

Restituição do Imposto de Renda 2021: Veja motivos que podem aumentar o valor
Restituição do Imposto de Renda 2021: Veja motivos que podem aumentar o valor (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Mesmo com a existência da restituição do Imposto de Renda, é importante ressaltar que nem todos que enviam a declaração do IR têm direito a receber dinheiro de volta.

Ao realizar o ajuste com o Fisco, quem pagou mais imposto do que deveria no ano passado poderá receber parte dos valores de volta.

A Receita Federal estima que 60% dos 32 milhões de contribuintes que devem entregar a declaração de 2021 possuem direito a receber a restituição do IRPF 2021. Se a pessoa tiver direito à restituição, o próprio sistema da Receita indicará ao fim do preenchimento da declaração.

As declarações do Imposto de Renda 2021 devem ser entregues até o dia 30 de abril. As restituições começam a ser pagas em maio. Para este ano, a Receita Federal estabeleceu cinco lotes de restituição do IR.

O primeiro lote será pago em 31 de maio, o segundo em 30 de junho, o terceiro em 30 de junho, o quatro em 31 de agosto e o quinto em 30 de setembro. Caso a pessoa tenha direito a receber o valor, o dinheiro será depositado na conta indicada pelo contribuinte na declaração.

Quanto antes entregar a declaração, antes o contribuinte receberá a restituição. Vale ressaltar que alguns grupos possuem prioridade de recebimento, como os idosos, portadores de deficiência, portadores de doenças graves e professores.

Caso o contribuinte precise corrigir alguma informação e entregar uma declaração retificadora, será considerado a data de envio da retificação.

Taxa Selic pode aumentar o valor da restituição do Imposto de Renda 2021

Mesmo que o contribuinte não consiga receber antecipadamente a restituição, há outro benefício de receber o valor corrigido posteriormente. Para que o dinheiro não perca o valor, a Receita devolve esta quantia com correção pela variação da taxa Selic.

Por conta da elevação recente da taxa de juros, a pessoa com direito à restituição poderá receber mais. Na última quarta-feira (17), o Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou o aumento da taxa Selic de 2% para 2,75% ao ano.

Cabe destacar que, uma vez liberado o dinheiro na conta bancária indicada, não haverá mais correção. Dessa forma, o contribuinte deverá retirar o valor. O dinheiro permanece por até um ano no banco indicado.

Os contribuintes devem enviar a declaração do Imposto de Renda até dia 30 de abril
Os contribuintes devem enviar a declaração do Imposto de Renda até dia 30 de abril (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Calcule quanto vai pagar no Imposto de Renda 2021 aqui!

Algumas dicas que podem aumentar a restituição do Imposto de Renda

Para que o contribuinte possa receber mais dinheiro na restituição do IR, há algumas maneiras legais possíveis de serem adotadas. O primeiro ponto importante é saber se organizar com antecedência para que as informações sejam repassadas da melhor forma.

A previdência privada no modelo PGBL pode ser abatida. Neste caso, há um limite de 12% do valor tributável total, antes de qualquer dedução. Ainda é dedutível do Imposto de Renda para quem já contribui para sistemas previdenciários oficiais.

Os contribuintes podem garantir a restituição de despesas médicas, odontológicas, instruções e pensões alimentícias judiciais. Para isso, basta guardar os documentos.

Outra forma é por meio de doações. Neste caso, a opção vale apenas para quem faz a declaração completa do Imposto de Renda.

O limite é de 6% do imposto devido ocorre em destinações aos fundos de direitos da criança e do adolescente, doações e patrocínios para projetos que se enquadram como incentivo a atividades culturais, artísticas e incentivos a atividades audiovisuais.

Os dependentes podem fazer com que haja abatimentos. Quem possui dependentes, como pai, mãe, entre outros, podem abater as despesas com assistência médica.

Neste caso, é importante avaliar previamente, considerando que os rendimentos dos dependentes serão somados na declaração e poderá resultar em aumento da faixa de tributação. Diante disso, vale avaliar se a soma dos abatimentos é maior que o imposto gerado por conta do acréscimo aos rendimentos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA