Quando deve ser aplicado ENEM 2021? Descubra pré calendário!

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), deste ano de 2021 pode acontecer entre os meses de novembro e dezembro deste ano. Esse planejamento vai manter o cronograma definido pelo Instituto Nacional de Estudps e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que é responsável pela prova e foi divulgado pelo presidente da Instituição.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Quando deve ser aplicado ENEM 2021? Descubra pré calendário!

De acordo com Alexandre Lopes, presidente do Inep, “As provas serão por volta de novembro, dezembro”. 

A informação foi dada na apresentação dos resultados do Enem digital, que foi aplicado pela primeira vez na edição de 2020 do exame. 

Em 2021, a oferta digital será ampliada, pois a intenção do Inep é fazer com que o Enem seja uma prova totalmente virtual até o ano de 2026.

publicidade

No ano de 2020, a prova sofreu algumas alterações no calendário de prova por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Os candidatos que fizeram a prova impressa nos dias 17 e 24 de janeiro e na versão digital entre os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

O Inep foi contra o adiamento do Enem em 2020, com o argumento que a ação poderia colocar em risco políticas públicas.

Foi apresentado até um documento para a Advocacia-Geral da União (AGU), pelo Inep pois a realização do exame na data marcada era “perfeitamente possível e segura para todos os envolvidos, não havendo riscos de ordem sanitária”.

No período de realização das provas presenciais, estudantes registraram aglomerações nos locais de prova.

Algumas imagens que circularam nas redes sociais mostraram candidatos aguardando em filas extensas para ingressar nos prédios onde iriam realizar a sua prova. Cerca de 5,8 milhões de inscritos foram confirmados na edição de 2020.

publicidade

Abstinência

Cerca de 93 mil candidatos estavam inscritos para a realização da primeira edição do Enem digital, mas houve uma abstenção de cerca de 71,3%. 

No primeiro domingo de aplicação, que ocorreu no dia 31 de janeiro, o exame registrou ausência de 68,1% dos inscritos, segundo o Inep.

“Tanto no impresso quanto no digital, é normal que menos pessoas façam a prova em relação ao primeiro dia”, disse o presidente do Inep.

publicidade

A reaplicação da prova foi realizada nos dias 23 e 24 de fevereiro. Tiveram direito a reaplicação, os estudantes que não compareceram nas datas originais por questões logísticas ou por sintomas de infectocontagiosas. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.