Dólar sobe e acompanha medidas políticas internas e externas

Nesta sexta, 12, o dólar opera em alta, após ter caído fortemente ontem, ao passo que acompanhava a força da moeda norte-americana no exterior e também a aprovação da PEC Emergencial em segundo turno pela Câmara. Às 12h10, o dólar registrava alta de 0,18%, sendo negociado a R$5,5530.

publicidade
Dólar sobe e acompanha medidas políticas internas e externas
Dólar sobe e acompanha medidas políticas internas e externas (Imagem FDR)

O dólar fechou a quinta feira,11, em queda de 1,93% sendo vendido a R$5,5428. Considerando a semana, uma queda acumulada de 2,45% foi registrada. No mês, queda de 1,10%. Porém, no ano, foi contabilizada alta de 6,86%.

Confira nossa calculadora com conversão do dólar atualizada pela cotação do dia, por aqui! 

publicidade

Cenário 

De acordo com o IBGE, no plano doméstico, o comércio iniciou o ano com queda de 0,2%.

No início da madrugada de hoje, a Câmara dos Deputados finalizou a votação em segundo turno da PEC (proposta de emenda à Constituição) que possibilita a retomada dos pagamentos do Auxílio Emergencial. E, prevê mecanismos em caso de descumprimento do teto de gastos públicos, a chamada PEC Emergencial.

O mercado também reverbera a assinatura do plano de estímulo para a economia norte-americana de U$$1,9 trilhão nesta quinta. Esta assinatura é uma vitória para o governo de Joe Biden, e concede um respiro para famílias e empresas afetadas pela pandemia do coronavírus.

Projeto que libera abertura de conta corrente em dólar é aprovado

A Câmara dos Deputados concluiu a votação do projeto que trata das alterações na legislação do mercado de câmbio do Brasil e aumenta as possibilidades para a abertura de conta em dólar no país. O texto segue para o Senado.

A proposta foi remetida pelo Banco Central (BC) para o Congresso em outubro de 2019 e é uma das fases para tornar o Real mais conversível no exterior.

A finalidade é que a moeda possa ser mais usada em outros países, além de auxiliar o trabalho de exportadores e importadores no país.

publicidade

O projeto determina que o Banco Central fique responsável por regulamentar as contas em moeda estrangeira no país.

Na exposição de motivos do projeto, o Banco ressaltou a possibilidade de “gradualmente e com segurança, expandir a possibilidade de pessoas físicas e jurídicas serem titulares de contas em moeda estrangeira no Brasil, a exemplo do que já é permitido nas economias avançadas e nas principais economias emergentes”.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Sendo assim, o projeto não autoriza a livre abertura de contas em moedas estrangeiras num primeiro momento. Porém, concede ao BC a prerrogativa dei regulamentar esse processo.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.