Governo de SP anuncia aplicação da vacina para público de 72 a 74 anos dia 22/3

Aplicação de vacina contra a covid-19, em São Paulo, inclui novo grupo prioritário. Nessa quarta-feira (10), o governador do estado, João Doria (PSDB), informou que pessoas entre 72 e 74 anos poderão ser imunizadas a partir do próximo dia 22. Vivendo sob as regras da fase vermelha no plano de contenção da pandemia, a região não tem mais leitos de UTI disponíveis.

publicidade
Governo de SP anuncia aplicação da vacina para público de 72 a 74 anos dia 22/3 (Imagem: Steven Cornfield/Unsplash)

A população do estado de São Paulo vive um novo momento de tensão mediante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o último balanço concedido pela secretaria de saúde, 100% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estão ocupados, fazendo com que o governo adiante o calendário de aplicação da vacina para os idosos.

Cronograma da vacina em São Paulo

Nesse momento, o estado vem vacinando quem tem 77 anos ou mais. A previsão é de que na próxima semana seja a vez daqueles entre 76 e 75 anos. Segundo Doria, até o dia 22 de março, todos os idosos de 72 anos para cima já deverão estar imunes.

Para evitar os riscos de contaminação pelo novo coronavírus, os agentes de saúde vêm aplicando a vacina através do sistema drive-thru. Além disso, é possível ainda ser imunizado nos postos de saúde e até mesmo nos lares que funcionam como asilos.

publicidade

Número de contaminados gera colapso

Nas últimas semanas, os números de vítimas pelo novo coronavírus vem crescendo consideravelmente em São Paulo. Nesse momento não há mais UTI disponível e a região registra óbitos 517 diariamente.

Para tentar conter a situação, o governo passou a decretar uma série de medidas restritivas, como a redução no horário de funcionamento do comercio, fechamento das escolas, bares, restaurantes, entre outras atividades.

“São Paulo criou o Plano São Paulo [que coordena a adoção de medidas restritivas], definiu o decreto de obrigatoriedade do uso de máscaras, trouxe vacinas, continuamos a ampliar leitos, distribuímos respiradores, estamos prestando assistência para todos os municípios. Mas não daremos conta de abrir mais leitos. Precisamos da ajuda de todos”, disse o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

A previsão é de que até o fim desta semana um novo decreto seja publicado tornando o isolamento social ainda mais severo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!