Rio planeja auxílio emergencial de R$300 e empréstimo de R$50 MIL para empresas

Governo do estado do Rio de Janeiro avalia a criação de um auxílio emergencial local. Na última semana, representantes políticos se reuniram para analisar a possibilidade de liberar mensalidades de R$ 300 para a população de baixa renda e R$ 50 mil para pequenos empreendedores. A proposta foi encaminhada para a Assembleia Legislativa e deverá ser votada nesta terça-feira (23). Saiba os detalhes.

Rio planeja auxílio emergencial de R$300 e empréstimo de R$50 MIL para empresas (Imagem: Google)
Rio planeja auxílio emergencial de R$300 e empréstimo de R$50 MIL para empresas (Imagem: Google)

Os cariocas poderão contar com um novo auxílio emergencial em 2021. Além da proposta liberada pelo governo federal, o governo do estado também está criando o seu próprio benefício.

Para a população de baixa renda serão concedidas parcelas de R$ 300, e para os empresários uma linha de crédito de R$ 50 mil.

O texto do projeto intitulado de “Programa Supera Rio” é de autoria do deputado André Ceciliano (PT), que conta ainda com o apoio do governador Cláudio Castro.

A previsão é de que a votação aconteça às 15h desta terça-feira (23), onde serão analisadas ainda mais 55 ementas para a validação do programa.

Sobre o auxílio emergencial para a população

A ideia é que o projeto conceda mensalidades de R$ 300, ofertadas até o fim de 2021. O governo deverá fazer o cadastramento dos segurados de acordo com critérios de renda ainda em definição, com a expectativa de que 5,5 milhões de pessoas sejam contempladas.

Sabemos que não temos folga do ponto de vista financeiro no caixa estadual, por isso precisamos pensar em opções de financiamentos, como a substituição de despesas já existentes. Também é necessário amarrar o texto para que não interfira no RRF e o estado do Rio não sofra penalidades. O governo e a Sefaz estão abertos para trabalhar em conjunto com a Alerj e outros órgãos e dar viabilidade ao projeto — explicou o secretário de Estado de Fazenda Guilherme Mercês.

Linha de crédito para empresários

Já no caso dos pequenos empreendedores, será criada uma linha de crédito com solicitações de até R$ 50 mil. O valor poderá ser pago em até 60 meses, tendo a carência mínima de 6 meses.

O público alvo será às pequenas empresas, às cooperativas e associações de pequenos produtores, os microempreendedores individuais e os profissionais autônomos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.