Cesta básica tem alta expressiva em Cuiabá chegando a metade do salário mínimo

O preço da cesta básica tem aumentado tanto em Cuiabá, no Mato Grosso, que já ocupa mais da metade de um salário mínimo só na compra dos alimentos básicos para sobrevivência. Dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) registraram uma alta no valor pelo sexto mês consecutivo.

Cesta básica tem alta expressiva em Cuiabá chegando a metade do salário mínimo
Cesta básica tem alta expressiva em Cuiabá chegando a metade do salário mínimo (Imagem: Reprodução / Google)
publicidade

De julho de 2020 a janeiro de 2021, o preço ficou 16,82% mais caro, chegando a R$ 611,30. Em julho do ano passado a cesta básica custava R$ 526. Com o aumento durante os seis meses, o valor chegou a R$ 611,3 em janeiro deste ano.

Fazem parte da composição de uma cesta básica: carne, leite, feijão, arroz, farinha, batata, tomate, pão francês, café em pó, banana, açúcar, óleo e manteiga.

Nos últimos seis meses, os produtos que tiveram maior aumento foram o óleo (86%), tomate (60%), e arroz (55%). Em seguida, estão: banana (22%), batata (20%), leite (19%), carne (18%), manteiga (9,6%) e açúcar (1,1%).

Foram registradas reduções nos preços da farinha (-3,7%), pão francês (-2,2%) e feijão (-2%). Apenas o valor do café em pó se manteve estável: R$ 11,6 por 600g.

Variação do preço dos alimentos da cesta básica em seis meses:

Produto Julho/2020 Janeiro/2021 Variação
Carne (R$/6,6kg) R$ 191,4 R$ 226,3 18%
Leite (R$/7,5L) R$ 27,4 R$ 32,6 19%
Feijão (R$/4,5kg) R$ 35,7 R$ 35,0 -2%
Arroz (R$/3kg) R$ 10,6 R$ 16,5 55%
Farinha (R$/1,5kg) R$ 5,3 R$ 5,1 -3,7%
Batata (R$/6kg) R$ 35,4 R$ 42,6 20%
Tomate (R$/9kg) R$ 41,6 R$ 66,5 60%
Pão francês (R$/6kg) R$ 90,6 R$ 88,6 -2,2%
Café em pó (R$/600g) R$ 11,6 R$ 11,6
Banana (R$/90 unid) R$ 28,1 R$ 34,3 22%
Açucar (R$/3kg) R$ 8,8 R$ 8,9 1,1%
Óleo (R$/900ml) R$ 4,3 R$ 8 86%
Manteiga (R$/750g) R$ 32,2 R$ 35,3 9,6%

Como driblar o aumento?

Entre as dicas para tentar driblar o aumento dos preços na hora de fazer a compra dos itens de uma cesta básica estão a elaboração de uma planilha, pesquisas prévias em diferentes mercados, possibilidade de cortar gastos, além de procurar saber se a pessoa tem direito a algum tipo de benefício.

Em algumas cidades do Brasil, as prefeituras e os governos estaduais optaram por distribuir cestas básicas para assegurar a população que atualmente está desassistida pelo auxílio emergencial. Este, está em fase de avaliação para possível prorrogação ainda neste ano.

Isabela VeríssimoIsabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.