Bolsonaro promete imposto ZERO sobre diesel e gás de cozinha

O novo reajuste nos preços da gasolina e do diesel pela Petrobras, foi criticado pelo presidente Jair Bolsonaro. Ele afirmou que “algo irá acontecer” na estatal nos próximos dias. O reajuste passa a valer hoje, 19.

Bolsonaro promete imposto ZERO sobre diesel e gás de cozinha
Bolsonaro promete imposto ZERO sobre diesel e gás de cozinha (Imagem: Isac Nóbrega/PR)

Bolsonaro demonstrou estar insatisfeito também com as declarações do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco. E comunicou que vai zerar os impostos federais PIS e Confins sobre o gás de cozinha (GLP) permanentemente, e os tributos federais sobre o diesel por dois meses.

A gasolina, já considerando esse novo aumento, acumula uma alta de 34,7% em 2021. Já o diesel, em seu terceiro reajuste anual, acumula alta de 27,7%.

“Hoje à tarde, reunido com a equipe econômica, tendo à frente o ministro Paulo Guedes, decisão nossa: a partir de 1º de março não haverá mais qualquer tributo federal no gás de cozinha. Ad eternum. Não haverá qualquer tributo federal no gás de cozinha, que está em média R$ 90 na ponta da linha. E o preço na origem está um pouco abaixo de R$ 40” afirmou Bolsonaro em uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

Atualmente, o imposto sobre o GLP é de somente 3%. O presidente também comunicou a redução do imposto sobre o diesel, que hoje é de R$0,35 o litro.

“A partir de 1º de março também, não haverá qualquer imposto federal no diesel por dois meses. Nesses dois meses vamos estudar uma maneira definitiva de buscar zerar esse imposto no diesel, até para ajudar a contrabalancear esse aumento no meu entender excessivo da Petrobras”, disse.

Na tentativa de agradar os caminhoneiros, o presidente vem tentando reduzir os impostos sobre combustíveis, diminuindo os custos para estes trabalhadores. Porém, é necessário encontrar uma compensação orçamentária, como determina a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Algo vai acontecer na Petrobras 

Bolsonaro não explicou como seria esta compensação e falou que o reajuste da Petrobras  foi “fora da curva”. O presidente se queixou de que todas as criticas acabam caindo em cima dele. 

Após isso, disse que “algo irá acontecer na Petrobras”, mas não detalhou o que seria isto.

“Mas eu não posso interferir, e nem iria interferir na Petrobras. Se bem que alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias, você tem que mudar alguma coisa. Vai acontecer”, afirmou.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA