Bitcoin tem NOVO recorde e marca sucesso da moeda em 2021

Nesta terça-feira (16), o Bitcoin chegou a uma nova marca histórica ao atingir o valor de US$ 50 mil. Em meio ao apoio de grandes empresas, a criptomoeda tem registrado alta recente. Durante este ano, a cotação do bitcoin teve alta de 60%, segundo a Reuters.

Bitcoin tem novo recorde e marca sucesso da moeda em 2021
Bitcoin tem novo recorde e marca sucesso da moeda em 2021 (Imagem: André François McKenzie/Unsplash)

O bitcoin tem apresentado valorização desde dezembro do ano passado. Na semana passada, por exemplo, a criptomoeda passou a marca de US$ 46 mil pela primeira vez.

No registro desta terça-feira (16), uma bitcoin foi vendida pelo valor de US$ 50.689 dólares pela corretora Binance, que é considerada uma das principais no mundo.

Este novo recorde representa um aumento de 150% em relação ao pico que havia acontecido em dezembro de 2017.

Apoio de grandes empresas ao bitcoin

O valor recorde acontece após o interesse de grandes empresas, como a Tesla. Na semana anterior, a Tesla anunciou a compra de US$ 1,5 bilhão em bitcoin. A quantia investida representa um percentual considerável de dinheiro da montadora. Além disso, a Tesla o aceitará como pagamento.

De acordo com documentos recentes protocolados na Securities and Exchange Commission (SEC), no final do ano passado, a empresa possuía mais de US$ 19 milhões em dinheiro e equivalentes em caixa.

Segundo o CEO da montadora, Elon Musk, a aquisição do bitcoin aconteceu para proporcionar mais flexibilidade para diversificar e aumentar os retornos sobre o caixa. O chefe da Tesla, inclusive, tem feito comentários positivos recentes nas redes sociais sobre a criptomoeda.

Outras empresas têm seguido o passo de demonstrar interesse pela moeda digital. A companhia de software MicroStrategy anunciou a captação de recursos de US$ 600 milhões para a compra de bitcoin.

A Mastercard e o Bank of New York Mellon anunciaram que os clientes terão mais facilidade para usarem o bitcoin. A Mastercard indicou o apoio a algumas cripotmoedas neste ano. Já o BNY Mellon informou a abertura de serviços de custódia para moedas digitais.

Por conta da volatilidade da criptomoeda, diversas empresas privadas apresentam resistência em investir.

Com os posicionamentos favoráveis recentes de grandes marcas, o valor teve um resultado positivo imediato.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.