XP cria loja virtual para incentivar compras no cartão de crédito

A XP entrou no concorrido mercado de marketplaces, uma espécie de shopping center pela internet, com a finalidade de impulsionar o cartão de crédito da plataforma. O cartão ainda não chegou ao grande público e seu lançamento está previsto para o próximo mês.

XP cria loja virtual para aumentar compras no cartão de crédito
XP cria loja virtual para incentivar compras no cartão de crédito (Imagem Google)

Atualmente, o cartão vem sendo concedido a uma quantidade ainda não divulgada de clientes da XP. Com acesso ao marketplace, por meio do qual podem ter a devolução de uma parte do valor da compra nas lojas parceiras para ser investido ou sacado.

Bruno Guarnieri, responsável pela área digital da XP, diz que o objetivo do Marketplace XP é estimular o uso do cartão. “É uma alavanca para gerar gasto com o cartão”, explicou.

Cashback se tornará investimento na XP

O modelo adotado pela XP é quase o mesmo utilizado por muitas outras instituições financeiras. Na plataforma da XP, o dinheiro de volta, foi batizado de Investback, já que ele vai diretamente para o Fundo Investback, que possui um retorno correspondente à 99,5% do CDI.

Guarnieri diz que estudos já estão sendo feitos para ofertar outros fundos como opção de investimento ligados ao marketplace. Seja como for, os recursos ficam disponíveis no dia seguinte da compra e podem ser resgatados e investidos da maneira que o cliente preferir.

Ele diz que o cartão de crédito da XP deve estar disponível a todos os clientes até o fim do mês de março. É esperado que até o fim deste ano, centenas de milhares de plásticos estejam circulando pelo Brasil.

Porém, Guarnieri avalia que ainda é cedo para projetar o quanto o novo negócio vai gerar de valor para a instituição. A verdade é que a empresa tem trabalhado com cautela na distribuição do plástico e tem limitado o acesso ao marketplace para não errar na estratégia.

Cartão apenas para clientes

De início, o cartão será distribuído somente aos clientes da XP. A plataforma afirmou que o número de 20 varejistas parceiros é adequado para conhecer mais a fundo as demandas dos clientes em termos de compras.

Entre eles, estão Decathlon, Diesel, Camicado, KitchenAid, Americanas, Nike, RaiaDrogasil, FastShop, Cobasi e Ri Happy. Aos poucos, este número vai crescer.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.