Restrições do coronavírus causam queda significativa nas vendas do comércio de SP

O governo de São Paulo restringiu o funcionamento dos estabelecimentos, principalmente do comércio da capital paulista. Segundo indicado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), as vendas do comércio de SP tiveram redução de 11,1% em comparação a janeiro do ano passado.

Restrições do coronavírus causam queda significativa nas vendas do comércio de SP
Restrições do coronavírus causam queda significativa nas vendas do comércio de SP (Imagem: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Na comparação com o mês de dezembro, a movimentação do varejo de janeiro teve queda de 38,7%, conforme revelado pelo Balanço de Vendas da ACPS. O apontamento foi feito om base nos dados fornecidos pela Boa Vista S/A.

A entidade destacou que as medidas do Governo Estadual — em fechar do comércio da capital paulista aos finais de semana e funcionar em horários restritos nos dias úteis — impactaram negativamente no faturamento dos comerciantes.

Além disso, a ACSP alegou que houve outros dois fatores que contribuíram para os números baixos no comércio da capital paulista. O primeiro ponto foi a alta da inflação de produtos de primeira necessidade, como arroz e leite. O segundo fator foi a o fim do auxílio emergencial.

Como resultado, a entidade afirma que a população ficou com menos poder de consumo no varejo.

Segundo o economista da ACSP, Marcel Solimeo, além da dificuldade de o consumidor realizar compras em meio ao cenário econômico atual, ainda há o fechamento do comércio, após as medidas restritivas contra a pandemia de covid-19.

Segundo a entidade, o Balanço de Vendas de janeiro resulta “um baque econômico para o varejo”. O motivo seria porque a economia estava se recuperando de uma fase mais crítica — em janeiro do ano passado.

Naquela ocasião, quando teve início das medidas de flexibilização para o comércio, foi registrada uma retração de 54,9% em relação ao mês de maio. Desde então, as perdas foram menores, apesar de ainda negativas. Já em dezembro teve uma variação positiva, comparado ao mês anterior.

Retomada das vendas do comércio de SP aos fins de semana

A última quarta-feira (3), o governo paulista suspendeu as restrições da fase vermelha para o estado aos fins de semana. Dessa forma, as lojas que não fazem parte da fase mais restritiva puderam abrir novamente aos sábados e domingos.

Além dessa decisão, o governo anunciou um pacote de apoio ao comércio, bares e restaurantes. A decisão possibilita parcelamento de débitos, facilidade de acesso a crédito e proibição do corte de água e gás.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.