Calendário do INSS 2021 começa dia 25; veja quando sacar pensão e aposentadoria

No próximo dia 25, o INSS inicia o calendário de pagamentos 2021 para os aposentados, pensionistas e beneficiários do auxílio-doença. As datas foram definidas com base no número (dígito final) do benefício dos segurados.

Calendário do INSS 2021 começa dia 25; veja quando sacar pensão e aposentadoria
Calendário do INSS 2021 começa dia 25; veja quando sacar pensão e aposentadoria (Imagem: Sérgio Lima/Poder 360)
publicidade

De acordo com o INSS, o calendário de pagamentos deste ano foi feito da mesma forma que nos anos anteriores. Atualmente, são cerca de 35 milhões de brasileiros que possuem direito a benefícios do INSS no Brasil.

Para conferir a data certa de pagamento, é necessário que o segurado saiba o número do benefício.

Cada benefício que é pago pelo INSS é formado por uma numeração única e acompanha um padrão de 10 dígitos no seguinte formato: 999.999.999-9. O número que precisa ser visto com atenção é o penúltimo, desconsiderando o dígito.

Os segurados também precisam se atentar se o valor do benefício é de um salário mínimo ou mais. Beneficiários que ganham até um salário mínimo recebem primeiro.

Para os beneficiários que ganham um salário mínimo, os depósitos relativos ao mês de janeiro, por exemplo, serão realizados entre os dias 25 de janeiro e 5 de fevereiro.

Já os segurados com renda mensal maior que o piso nacional terão seus pagamentos efetuados a partir de 1 de fevereiro.

Calendário do INSS 2021

INSS reajusta alíquotas de contribuição mensal em 2021

Por conta da do reajuste do teto dos benefícios pagos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), de R$6.101,06 para R$6.433,57, as faixas de contribuição dos empregados com carteira assinada, trabalhadores avulsos e domésticos, passaram por atualização.

Por conta do reajuste de 5,45% pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), quem recebe menos, consequentemente, irá pagar menos ao INSS. Já quem ganha mais, paga mais.

Estes novos valores devem começar a valer no mês que vem, já que são relacionados aos salários de janeiro. Os recolhimentos ligados aos salários de dezembro de 2020 e efetuados em janeiro deste ano, ainda obedecem a tabela anterior.

Paulo AmorimPaulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.