Valor atualizado do seguro desemprego vale para parcelas que terminam em 2021?

O valor máximo pago do seguro desemprego aos trabalhadores foi atualizado e sobre para R$ 1.911,84. O benefício é pago aos trabalhadores demitidos sem justa causa. Os pescadores em período de defeso e trabalhadores resgatados em situação semelhante à escravidão, recebem o piso de R$1.100.

Valor atualizado do seguro desemprego vale para parcelas que terminam em 2021?
Valor atualizado do seguro desemprego vale para parcelas que terminam em 2021? (Imagem: Montagem/FDR)

O reajuste do seguro desemprego está em vigor desde a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) que finalizou o ano de 2020 com uma alta de 5,45%. O aumento do valor máximo pago foi de R$ 98,81.

Dessa maneira, o teto pago pelo Ministério da Economia aos trabalhadores que foram demitidos sem justa causa, pescadores em período de defeso e resgatados passou de R$ 1.813,03 para R$ R$ 1.911,84.

O valor repassado aos trabalhadores é com base nos últimos três meses antes da demissão. Dessa maneira, é realizada uma média salarial, porém, o pagamento não ultrapassa o limite do teto do seguro desemprego.

Nenhum pagamento também pode ser inferior a um salário mínimo, portanto, os pescadores e os trabalhadores resgatados recebem o piso nacional. Dessa maneira, atualmente, esses trabalhadores estão recebendo R$ 1.100.

Quem tem uma média salarial acima de R$ 2.811,60 recebe o valor máximo. Quem tem uma média de até R$ 1.686,79 o cálculo para o pagamento é multiplicando o valor por 0,8.

Quem tem uma média salarial entre R$ 1.686,80 e R$ 2.811,60 tem o que excede de R$ 1.686,79 multiplicado por 0,5 e soma-se com R$ 1.349,43. Dessa maneira, cada situação define um valor diferente.

O novo valor já vale para os benefícios que serão solicitados e para os que já foram liberados este ano. Dessa maneira, o trabalhador que for demitido em fevereiro de 2021, terá o cálculo feito com base em dois salários deste ano e um de 2020.

Já quem iniciou os saques em 2020, mas terminará de receber esse ano, ainda terá direito ao valor antigo.

O seguro desemprego é pago pela Caixa Econômica Federal através de recursos custeados pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador. Cada trabalhador recebe entre três e cinco parcelas, de acordo com o tempo de trabalho e a quantidade de vezes que o seguro foi solicitado. Veja abaixo as possibilidades:

Solicitação Exigências Número de parcelas
Primeira 12 meses de trabalho 04
24 meses de trabalho 05
Segunda 09 meses de trabalho 03
12 meses de trabalho 04
24 meses de trabalho 05
Terceira 06 meses de trabalho 03
12 meses de trabalho 04
24 meses de trabalho 05

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.