Tesouro Selic continua sendo boa opção para investimento em 2021?

O ano novo chegou e nesta época, os investidores ficam com dúvidas sobre o que fazer com o dinheiro e onde investir. Mesmo em meio a um cenário de incertezas decorrente da crise econômica causada pela pandemia do coronavírus, 2021 pode ser um ano de oportunidades para a renda fixa, modalidade que inclui o Tesouro Selic.

Tesouro Selic continua sendo boa opção para investimento em 2021?
Tesouro Selic continua sendo boa opção para investimento em 2021? (Imagem: Google)

Tesouro Selic

O Tesouro Selic é um título público federal negociado através do Tesouro Direto e sua rentabilidade é ligada à Taxa Selic. Desta forma, o Tesouro Direto é um investimento de renda fixa mais indicado para novos investidores ou para quem quer formar uma reserva de emergência.

Também chamado de LFT (Letra Financeira do Tesouro), é uma dos melhores investimentos em renda fixa para este ano.

Entre as suas principais vantagens, se destacam:

  • Ideal para objetivos de curto prazo
  • Indicado para reserva de emergência
  • Baixo risco
  • Acessível aos pequenos investidores
  • Alta liquidez

Qual rendimento do Tesouro Selic

Ele é um titulo pós-fixado que apresenta rentabilidade diária atrelada a Taxa Selic. Isto significa que sua remuneração segue a taxa Selic, tanto para cima ou para baixo. Por cota disso, é extremamente importante acompanhar os noticiários e a carteira de investimento.

A Selic é a taxa de juros básica da economia e que está em 2% ao ano neste momento. Em 2016, a Selic estava em 14,25%. Contudo, no ano passado, a taxa atingiu o menor patamar da história.

Desta forma, o Tesouro Selic 2025 possui as seguintes características técnicas:

  • Taxa de rendimento do Tesouro Selic: Selic + 0,22 (%a.a)
  • Valor mínimo para investir no Tesouro Selic: R$106,36 (sujeito a alteração)
  • Data de vencimento do Tesouro Selic: 01/03/2025.

Poupança não é o investimento mais seguro

Diferente do que muitos acreditam, a poupança não é o investimento mais seguro disponível. A segurança é atrelada diretamente a saúde financeira do banco e do fundo garantidor de crédito (FGC) que garante depósitos de até 250 mil reais por CPF, para instituição financeira em casos de falência.

Opções de investimentos parecidos à poupança rendem mais e são tão seguros quanto, como por exemplo o tesouro e os CDBs são uma boa escolha. Para ter acesso a esses dois, é só abrir uma conta em uma corretora de valores.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.