INSS reajusta alíquotas de contribuição mensal em 2021; saiba quanto vai pagar

Em decorrência do reajuste do teto dos benefícios pagos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), de R$6.101,06 para R$6.433,57, as faixas de contribuição dos empregados com carteira assinada, trabalhadores avulsos e domésticos, passaram por atualização.

INSS reajusta alíquotas de contribuição mensal em 2021; saiba quanto vai pagar
INSS reajusta alíquotas de contribuição mensal em 2021; saiba quanto vai pagar (Imagem: Carl de Souza/AFP)
publicidade

Por conta do reajuste de 5,45% pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), quem recebe menos, consequentemente, irá pagar menos ao INSS. Já quem ganha mais, paga mais.

Estes novos valores devem começar a valer no mês que vem, já que são relacionados aos salários de janeiro. Os recolhimentos ligados aos salários de dezembro de 2020 e efetuados em janeiro deste ano, ainda obedecem a tabela anterior.

Devido a Reforma da Previdência, estas taxas agora são progressivas, o que significa que, serão cobradas somente em cima da parcela do salário que se encaixar em cada faixa, fazendo com que o percentual de fato descontado do total dos ganhos (a alíquota efetiva) seja menor.

Um trabalhador que recebe R$1.500, por exemplo, vai pagar 7,5% sobre R$1.100 (R$82,50), mais 9% em cima dos R$400 que excedem esse valor (R$36), o que resulta em R$118,50 de contribuição.

Considerando esta correção, as novas faixas de cálculo da contribuição paga todos os meses pelos trabalhadores ficam assim:

  • 7,5% para quem recebe até um salário mínimo (R$ 1.100)
  • 9% para quem recebe entre R$ 1.100,01 e 2.203,48
  • 12% para quem recebe entre R$ 2.203,49 e R$ 3.305,22
  • 14% para quem recebe entre R$ 3.305,23 e R$ 6.433,57

Simulação de contribuição

O diretor do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário), Emerson Lemes, calculou como ficará a contribuição para pessoas com diversos salários. Trabalhadores que recebem até 1 salário mínimo pagarão R$0,83 a menos por mês.

Já no caso de quem recebe mais que R$6.433,57, será paga uma contribuição de R$751,99, o que representa R$38,89 a mais que em 2020. Isto acontece pois a contribuição é limitada ao teto da Previdência Social. Confira na tabela a seguir:

Reajuste de salários

Segundo os cálculos de Emerson, apenas os salários a partir de R$6.156 passarão por aumento no valor da contribuição em relação a 2020. Esta regra não se aplica aos trabalhadores que passaram por reajuste de salários neste mês.

Paulo AmorimPaulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.