Caixa TEM: Empréstimo online e funções do aplicativo para usuários

Pontos-chave
  • Caixa Tem é atualizado e ganha novos serviços;
  • Brasileiros podem solicitar empréstimos pelo app;
  • Segurados do Bolsa Família recebem salário virtual.

Brasileiros ganham nova plataforma digital financeira com projeção de mover bilhões na economia. Desde o ano passado, o Caixa Tem vem sendo responsável por agitar os serviços bancários. A ferramenta que funciona como uma carteira online está sendo reformulada e passará a fazer parte do dia a dia de novos grupos. Acompanhe.

Caixa TEM: Empréstimo online e funções do aplicativo para usuários (Imagem: Reprodução/Google)
Caixa TEM: Empréstimo online e funções do aplicativo para usuários (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

Lançado como uma forma de otimizar os pagamentos do auxílio emergencial, o aplicativo Caixa Tem vem passando por uma série de atualizações. Inicialmente só era possível acessa-lo para receber depósitos e fazer saques, porém agora há novos serviços disponíveis.

Caixa Tem agora tem linha de empréstimo

Uma das novidades já anunciadas pelo presidente da Caixa Econômica, o financeiro Pedro Guimarães, é que o app estará ofertando uma linha de crédito para cerca de 10 milhões de brasileiros de baixa renda.

A ideia é que o serviço permita com que os microempreendedores possam solicitar recursos financeiros para movimentar seus negócios. De acordo com as previsões concedidas pelo banco, os empréstimos poderão ser feitos a partir do mês de março.

Em entrevista, Guimarães reforçou que o público alvo deste serviço é o brasileiro que possua um pequeno negócio com baixa lucratividade. A Caixa deverá isentar o solicitante de ter seus dados avaliados pelo SPC e Serasa, o que significa uma facilitação na aceitação do crédito.

Caixa TEM: Empréstimo online e funções do aplicativo para usuários (Imagem: Reprodução/Google)
Caixa TEM: Empréstimo online e funções do aplicativo para usuários (Imagem: Reprodução/Google)

Valores de microcrédito

No que diz respeito aos valores, até o momento o esperado é que cada contrato custe até R$ 1000. Porém, o presidente do banco informou que não descarta a possibilidade de aumentar o número final a ser negociado.

Se a pessoa tiver capacidade de pagar R$ 4 mil, o empréstimo será nesse valor. Acima disso, não é nosso foco, existem outras linhas de crédito para pessoas com renda maior. O valor médio que esperamos [para este programa] é de R$ 1 mil.”

A ideia do banco é ofertar uma análise personalizada para cada contratante. Isso significa que o crédito deverá ser avaliado individualmente pelo Caixa Tem. Além disso, o cidadão deverá resolver suas negociações inteiras pelo app, sem precisar comparecer em uma agência caixa.

Bolsa Família passa a aderir o Caixa Tem

Outra novidade é que agora, além dos segurados do auxílio emergencial, os inscritos no Bolsa Família também deverão acessar a plataforma para receber suas mensalidades. A medida já vem funcionando desde o mês de dezembro e deverá incluir, de forma parcial, todos os cidadãos vinculados ao projeto.

A adesão dos pagamentos do Bolsa Família pelo Caixa Tem está dividida da seguinte forma:

  • Beneficiários com NIS final 6, 7 e 8 receberão em janeiro (2,25 milhões de pessoas)
  • Beneficiários com NIS final 3, 4 e 5 receberão em fevereiro (2,25 milhões de pessoas)
  • Beneficiários com NIS final 1, 2 e Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares e outros) receberão em março (3 milhões de pessoas)

Através do app os segurados do Bolsa Família poderão receber os salários, fazer pagamentos online, utilizar o cartão de débito virtual e também terão autorização para saque. É válido ressaltar, no entanto, que diferentemente do auxílio emergencial, não será preciso esperar até 30 dias para retirar os valores.

FGTS pelo Caixa Tem

O Caixa Tem vem sendo utilizado também para o gerenciamento dos saques pelo FGTS. Os trabalhadores que aderiram a proposta do saque emergencial, que deverá ser repetido neste ano, receberam o benefício primeiro pelo app.

Segundo a Caixa, a ação de inclusão dos benefícios deseja incentivar a digitalização dos serviços bancários. Espera-se que após o Caixa Tem, mais de 30 milhões de brasileiros passem a estar vinculados a contas de banco.

De acordo com os levantamentos feitos pela instituição, antes do app ser criado havia uma parte significativa da população de baixa renda que não apresentava nenhum registro bancário. A caixa espera assim inseri-las neste ambiente e passar a ofertar serviços como os créditos citados acima.

Para saber mais sobre esse ou outros assuntos econômicos, fique de olho em nossa página exclusiva de finanças.

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.