Cadastro Positivo diminui seu Score no SPC/SERASA? Entenda!

Os brasileiros que estão procurando saber mais sobre o Serasa Score já devem ter ouvido sobre o Cadastro Positivo do SPC Brasil, que é uma ferramenta que oferece um acesso seguro a informações de pagamentos que foram realizados ou que estão sendo feitos. É como se fosse um histórico pessoal.

Cadastro Positivo diminui seu Score no SPC/SERASA? Entenda!
Cadastro Positivo diminui seu Score no SPC/SERASA? Entenda! (Foto: Google)
publicidade

É possível saber sobre a vida financeira do consumidor em um período de 15 anos.

Mas, com as discussões sobre a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e sobre a privacidade de dados, muitos brasileiros ficaram com dúvida se o serviço está roubando dados.

O que é cadastro positivo?

O Cadastro Positivo é uma condição criada para ter acesso ao histórico de pagamento dos consumidores, com a intenção de saber quem paga em dia suas contas.

Com isso, as instituições financeiras oferecem juros menores para aqueles que pagam suas dívidas em dia e oferecem mais opções de crédito em compras.

A ferramenta foi criada recentemente, em janeiro de 2020, por conta disso ainda não possui dados sólidos.

A fundadora e CEO da proScore, Mellissa Penteado disse que há algumas interpretações erradas dos consumidores.

“É até infeliz usar o nome cadastro positivo, porque há interpretações erradas. As pessoas acham que porque estão cadastradas no Positivo, estão positivadas, mas não. O Cadastro Positivo é uma atitude complementar a uma empresa de proteção ao crédito. A gente participa do Cadastro Positivo por causa das contas de consumo? Sim, mas até que ponto o cadastro positivo influencia seu perfil de consumidor?”.

Mellissa ainda destacou que isso não é um roubo de dados, já que esses são fornecidos em diversas situações que os consumidores nem percebem.

“E a gente entrega nossos dados frequentemente, até mesmo para receber desconto em um produto na farmácia. E a gente não tem essa cultura do uso ético dos dados, né? As pessoas precisam entender que uma empresa de proteção ao crédito ou um gestor é proprietário do dado. Mas é por isso que existe agora essa simbiose de relacionamento, para que o titular consiga chegar nele e atualizar o que for mais atual e correto”, completou.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.