Bolsa Família faz primeiro pagamento do ano na próxima segunda-feira (18); confira!

Segurados do Bolsa Família passam a receber o primeiro salário de 2021 na próxima semana. A partir do dia 18, a Caixa Econômica Federal dará inicio as liberações do projeto social. Neste ano, os cidadãos passarão a receber por meio do aplicativo Caixa Tem e ainda estão sujeitos a correções nos valores a serem enviados.

Bolsa Família faz primeiro pagamento do ano na próxima segunda-feira (18); confira! (Imagem: Reprodução/Google)
Bolsa Família faz primeiro pagamento do ano na próxima segunda-feira (18); confira! (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

Após um clima de instabilidade e incerteza, o governo federal anunciou o calendário de pagamentos oficial do Bolsa Família em 2021.

Os depósitos passarão a ser feitos ao longo dos próximos dias, sendo referentes a mensalidade do mês de janeiro. É importante frisar que não haverá mais extensão pelo auxílio emergencial.

Valores do Bolsa Família em 2021

Até este momento, os segurados deverão receber o valor de base do programa, ou seja, aquele já pago antes da criação do coronavoucher. A quantia mínima é de R$ 89, podendo ser reajustada de acordo com a realidade familiar de cada inscrito.

Para quem tem criança em casa, mulheres gestantes, estudantes matriculados na rede pública, recém nascidos, entre outras concessões, o programa passa a ofertar bolsas que podem chegar até a R$ 300.

Qual o calendário do Bolsa Família 2021?

Esse ano, o cronograma de pagamentos deverá seguir o mesmo modelo das edições anteriores. A ordem permanece sendo determinada de acordo com o número final do cartão do projeto e ao todo serão 12 rodadas, divididas entre janeiro e dezembro:

  • Final 1- 18/jan; 11/fev;18/mar;16/abr;18/mai;17/jun;19/jul;18/ago;17/set;18/out; 17/nov;10/dez
  • Final 2 – 19/jan;12/fev;19/mar;19/abr;19/mai;18/jun;20/jul;19/ago;20/set; 19/out; 18/nov;13/dez
  • Final 3 – 20/jan; 17/fev; 22/mar; 20/abr; 20/mai; 21/jun; 21/jul; 20/ago; 21/set; 20/out; 19/nov; 14/dez
  • Final 4 – 21/jan; 18/fev; 23/mar ;22/abr; 21/mai; 22/jun; 22/jul;23/ago; 22/set; 21/out;22/nov;15/dez
  • Final 5 – 22/jan;19/fev; 24/mar; 23/abr; 24/mai; 23/jun; 23/jul; 24/ago; 23/set; 22/out; 23/nov;16/dez
  • Final 6 – 25/jan; 22/fev; 25/mar; 26/abr; 25/mai; 24/jun;26/jul;25/ago; 24/set; 25/out; 24/nov;17/dez
  • Final 7 – 26/jan; 23/fev; 26/mar; 27/abr; 26/mai; 25/jun; 27/jul; 26/ago; 27/set; 26/out; 25/nov; 20/dez
  • Final 8 – 27/jan; 24/fev; 29/mar; 28/abr; 27/mai; 28/jun; 28/jul; 27/ago; 28/set; 27/out; 26/nov;21/dez
  • Final 9 – 28/jan;25/fev; 30/mar; 29/abr; 28/mai; 29/jun;29/jul;30/ago; 29/set; 28/out; 29/nov; 22/dez
  • Final 0 – 29/jan;26/fev; 31/mar; 30/abr; 31/mai; 30/jun; 30/jul; 31/ago; 30/set; 29/out; 30/nov; 23/dez.

Pagamentos pelo Caixa Tem

Porém, não se pode esquecer que há mudanças na forma de recebimento. Para parte do projeto, os valores já foram depositados através do Caixa Tem. A caixa criou o registro automático das pessoas na plataforma.

Isso significa que para ter acesso ao benefício o cidadão deve instalar o aplicativo no seu celular, digitar o número de seu CPF e validar a inscrição já feita informando o número do celular e confirmando o registro por meio do código recebido por sms.

Pelo app é possível fazer saques e também pagamentos online. É válido reforçar, no entanto, que diferentemente do auxílio emergencial, o segurado não precisará esperar cerca de 30 dias para retirar seu benefício.

A adesão dos pagamentos do Bolsa Família pelo Caixa Tem está dividida da seguinte forma:

  • Beneficiários com NIS final 6, 7 e 8 receberão em janeiro (2,25 milhões de pessoas)
  • Beneficiários com NIS final 3, 4 e 5 receberão em fevereiro (2,25 milhões de pessoas)
  • Beneficiários com NIS final 1, 2 e Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares e outros) receberão em março (3 milhões de pessoas)

 

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.