Saque do auxílio emergencial é liberado para nascidos em junho; veja como receber

A Caixa Econômica libera hoje, 13, os saques e transferências das últimas parcelas do Auxílio Emergencial para 3,4 milhões de beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família. Os pagamentos liberados hoje são para os trabalhadores nascidos no mês de junho.

Saque do auxílio emergencial é liberado para nascidos em junho; veja como receber
Saque do auxílio emergencial é liberado para nascidos em junho; veja como receber (Imagem FDR)
publicidade

Os valores liberados para os saques e transferências são das parcelas creditadas na poupança social da Caixa nos ciclos 5 e 6 do auxílio. O calendário de liberações termina no dia 27 deste mês.

Quem pode sacar ou transferir os valores do Auxílio Emergencial

  • Trabalhadores do Cadastro Único e inscritos através do site e aplicativo, nascidos em junho poderão sacar ou transferir o valor das parcelas que foram creditadas em poupança social digital nos dias 30 de novembro e 18 de dezembro

Para consultar a situação do benefício acesse o aplicativo do auxílio emergencial ou o site auxilio.caixa.gov.br.

Calendário de pagamentos ciclos 5 e 6

Calendário de saques do Auxílio Emergencial — Foto: Reprodução/Caixa Econômica Federal
Calendário de saques do Auxílio Emergencial (Imagem Google)

Auxílio emergencial em 2021?

O Auxílio Emergencial voltou a ser discutido após lideranças sindicais defenderem a continuidade do benefício governamental neste ano.

As lideranças também pedem que a vacina seja aplicada na população o mais rapidamente possível, e ainda culpam o presidente Jair Bolsonaro pela crise do coronavírus.

Estas discussões aconteceram na última semana, através de uma videoconferência , na primeira reunião do ano do Fórum das Centrais Sindicais, que englobam aCUT, Força Sindical, UGT, CTB, NCST e CSB.

As centrais elaboraram um texto com propostas para contornar a crise, que está sendo remetido para vários órgãos, partidos políticos. Elas também desejam promover uma reunião com o Supremo Tribunal Federal para debater os assuntos.

Novas parcelas do auxílio emergencial: As centrais solicitam a continuidade d ajuda de R$600 e também das medidas que garantam o pagamento dos salários dos trabalhadores que tiveram o contrato suspenso ou passaram por redução de jornada de trabalho.

Paulo AmorimPaulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.