Carteira de Trabalho Digital: Login, benefícios e SERVIÇOS disponíveis

Pontos-chave
  • Trabalhadores ganham nova plataforma para conferir benefício trabalhistas;
  • Cadastramento já está disponível e pode ser feito gratuitamente; Carteira de trabalho digital permite solicitação do seguro desemprego.

Trabalhadores brasileiros passam a contar com nova plataforma para conferir seus benefícios. Diante da pandemia do novo coronavírus, uma das iniciativas do governo foi a digitalização de uma série de serviços. A tradicional Carteira de Trabalho (CLT) ganhou uma versão digital, de modo que permita com que a população resolva suas pendências sem sair de casa.

Carteira de Trabalho Digital: Login, benefícios e SERVIÇOS disponíveis (Imagem: Google)
Carteira de Trabalho Digital: Login, benefícios e SERVIÇOS disponíveis (Imagem: Google)

Sendo o principal documento do brasileiro no mercado de trabalho, a Carteira de Trabalho agora pode ser digital. A plataforma está disponível no formado de aplicativo, podendo ser acesso gratuitamente por meio dos aparelhos eletrônicos com sistema IOS ou Android.

Nela, é possível conferir as contribuições do FGTS, histórico trabalhista, valores do abono salarial PIS PASEP, solicitar o seguro desemprego e mais. De acordo com o governo, sua implementação tem como objetivo facilitar o atendimento da CLT de forma mais rápida e prática.

Como acessar a carteira de trabalho digital?

O acesso a ferramenta é simples. O primeiro passo a baixar o aplicativo no celular. A ferramenta deve ser buscada através da loja de apps do aparelho e uma vez configurada basta gerar o login de acesso.

Ao abrir o app, os novos usuários devem cadastrar o seu perfil. Esse procedimento deve ser feito por meio do fornecimento do número do CPF, na sequência será preciso ainda informar uma senha pessoal para ficar fazendo o acesso.

Depois de repassar o CPF, será exibida na tela uma solicitação para confirmar todos os dados da CLT e da Previdência Social. Basta selecionar a função ‘continuar’ e preencher o formulário apresentado. Entre os informes, é preciso digitar a data de nascimento, nome, e-mail, celular e nome do país.

Depois basta validar o registro. Nessa etapa será preciso responder a 5 perguntas que tem como finalidade confirmar a identidade do titular da carteira. Caso as respostas estejam corretas, é só informar a senha de seu interesse e aguardar a validação.

Por fim, há ainda uma leitura do QR Code, que servirá para comprovar a autenticidade das suas informações. Depois, é só concordar com a política de privacidade do app, acessar o manual de utilização e tudo está pronto para uso.

Carteira de Trabalho Digital: Login, benefícios e SERVIÇOS disponíveis (Imagem: Google)
Carteira de Trabalho Digital: Login, benefícios e SERVIÇOS disponíveis (Imagem: Google)

O que posso fazer pelo aplicativo?

Entre os serviços disponíveis, o cidadão passará a ter acesso a todo o seu histórico trabalhista. Dessa forma, não deverá mais ter sempre a versão impressa em mãos para consultar dúvidas.

Outra modalidade recém adicionada é a solicitação do seguro desemprego. Inicialmente o trabalhador precisaria ir até uma agência para dar entrada no benefício, agora esse procedimento pode ser feito por meio do app.

Para isso, basta se conectar na Carteira de Trabalho Digital e selecionar a opção do seguro. Depois de confirmar o interesse do seguro, é só conferir se estar dentro das regras de concessão do pagamento e checar ainda os valores das parcelas que tem direito.

Estando dentro das determinações, basta enviar o pedido. É válido ressaltar que o valor varia de acordo com a tabela do cálculo abaixo:

Faixas de Salário Médio Valor da Parcela
Até R$ 1.599,61 Multiplica-se salário médio por 0.8 (80%)
De R$ 1.599,62 até R$ 2.666,29 O que exceder a R$ 1.599,61 multiplicar por 0,5 (50%) e somar a R$ 1.279,69
Acima de R$ 2.666,29 O valor da parcela será de R$ 1.813,03

Além do seguro, é possível fazer os cálculos de recebimento do abono salarial. Nesse caso, o cidadão deve informar o tempo de trabalho e o app deverá repassar a quantia a ser paga de acordo com o atual salário mínimo de R$ 1.100.

Há ainda informações sobre o BEm, benefício destinado para quem teve a jornada de trabalho alterada mediante a chegada do novo coronavírus. Valores, prazos de pagamentos e atualizações das documentações podem ser consultados.

Para quem desejar conferir o número do NIS, essa passa a ficar disponível em tempo integral, juntamente com os demais registros trabalhistas. No caso das contribuições pelo FGTS e previdência, também fica possível checar quando há entraves no envio de tais taxações.

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.