Especialistas acreditam no aumento de impostos e tributos para 2021; saiba os impactos

Em meio a um cenário de incertezas na economia, ainda há muitas dúvidas sobre o próximo ano no Brasil. Para lidar com as dificuldades, as autoridades políticas têm buscado alternativas para que o país diminua os impactos da crise. Para especialistas, haverá aumento de impostos e tributos para 2021.

Especialistas acreditam no aumento de impostos e tributos para 2021; saiba os impactos
Especialistas acreditam no aumento de impostos e tributos para 2021; saiba os impactos (Imagem: olia danilevich/Pexels)

Diante de uma crise econômica e a pandemia de covid-19, a população segue incerta sobre 2021. Com a chegada da segunda onda do coronavírus, as restrições de mobilidade têm aumento. Como resultado, a economia tende a frear o crescimento.

Aumento de impostos e tributos para gerir a economia

Para que os impactos econômicos sejam minimizados, especialistas acreditam no aumento de tributos. Com o possível fim do auxílio emergencial, que possibilitou que milhões de famílias tivessem sustento durante a pandemia, o governo pretende criar outro programa social.

No entanto, para que o projeto dê prosseguimento aos projetos, deverá ter aumento de carga tributária, segundo o especialista em direito tributário, Ricardo Castagna, ao Uol.

De acordo com o sócio responsável pela área tributária do Lefosse Advogados, Gustavo Lian Haddad, a gestão do governo sobre a dívida pública terá relação direta com a possibilidade de mudança nos impostos.

Segundo ele, se a expectativa de recuperação da economia não acontecer, a consequência de aumento de tributos terá mais possibilidade de acontecer.

Governo pretende manter o teto de gastos

Para que o governo possa manter o teto de gastos, o Ministério da Economia pretende fazer um corte no orçamento de R$ 10 bilhões a R$ 20 bilhões em 2021, conforme apurado pela Folha de S. Paulo.

Mesmo com a pressão sobre o teto no próximo ano, o ministro da Economia, Paulo Guedes, assegura que será cumprido. Caso houvesse uma flexibilização do teto, haveria a redução de investidores, de forma a dificultar a melhora econômica.

No entanto, para que os gastos não ultrapassem o limite estabelecido, será preciso analisar como lidar com as despesas e de onde a verba seria cortada. Com isso, o aumento de impostos e tributos poderia estar presente no próximo ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.