Governo cobra devolução do auxílio emergencial até hoje (22); veja como devolver

Pontos-chave
  • Governo convoca população para devolução do auxílio emergencial;
  • Segurados devem repassar parcelas de R$ 600 recebidas indevidamente;
  • Calendário de pagamentos segue até o fim de dezembro.

Segurados do auxílio emergencial receberão até hoje (22) a notificação cobrando a devolução do benefício. Nessa semana, o governo federal reforçou o prazo para a restituição dos R$ 600 de quem recebeu o coronavoucher de forma incorreta. De acordo com pronunciamento, é preciso que a quantia seja depositada nas contas da União, sob a possibilidade de penalização para os inadimplentes.

Governo cobra devolução do auxílio emergencial até hoje (22); veja como devolver (Imagem: Google)
Governo cobra devolução do auxílio emergencial até hoje (22); veja como devolver (Imagem: Google)

Desde que começou a ser liberado, o auxílio emergencial movimentou bilhões em todo o país. A ideia inicial do programa de extensão de renda era reduzir os impactos econômicos do novo coronavírus, mas acabou se excedendo contemplando pessoas que não estavam na chamada zona de vulnerabilidade social.

Diante de uma série de acusações sobre a falta de fiscalização e com a determinação da justiça da publicação integral com todos os números dos CPFs contemplados, pode-se perceber que cerca de 1,2 milhões de pessoas estavam recebendo o benefício indevidamente.

Para esse grupo, os critérios de renda não se aplicaram, tendo alguns salários de mais de R$ 20 mil mensais.

Restituição do auxílio emergencial

A partir da revelação, o Ministério da Cidadania passou a elaborar uma estratégia para a restituição dos valores.

Dessa forma, após uma revisão na base de dados dos segurados, ficou decidido que uma parcela teria que prestar conta para a União, sendo enviados SMS’s cobrando o pagamento.

As mensagens serão enviadas até esta terça-feira (22), sendo que os cidadãos terão até o último dia do ano para esclarecer o recebimento do auxílio.

“Todos aqueles que receberem a mensagem de texto poderão contestar a informação através do site da Dataprev. O período para contestação termina no dia 31/12. Após este prazo, não será possível contestar, apenas proceder com a devolução do recurso recebido“, informou uma nota divulgada pela Pasta.

O governo esclareceu ainda que na mensagem deve conter o CPF do beneficiário e o link para o site do Ministério da Cidadania e será enviada pelo número 28041.

Qualquer mensagem enviada de um número diverso, com este intuito, deve ser desconsiderada“, pede o ministério, para evitar possíveis fraudes e danos.

Até o momento, foram devolvidos cerca de R$ 230 milhões de 197 mil pessoas. A projeção é que os demais façam a quitação até hoje, já com a expectativa de um alto índice de inadimplência.

Governo cobra devolução do auxílio emergencial até hoje (22); veja como devolver (Imagem: Google)
Governo cobra devolução do auxílio emergencial até hoje (22); veja como devolver (Imagem: Google)

Como devolver o auxílio emergencial?

Para fazer o depósito é preciso primeiro entrar no site do ministério da cidadania e inserir o número do CPF. Depois, preencha todas as informações solicitadas, que são os dados de identificação do beneficiário e na sequência solicite a emissão da GRU (Guia de Recolhimento da União).

O pagamento do boleto pode ser feito em qualquer banco ou pelos aplicativos das instituições. Recomenda-se ainda que o cidadão guarde o comprovante para evitar problemas em casos de erro no registro de seu envio.

Sobre o auxílio emergencial

O benefício permanece sendo concedido para cerca de 18 milhões de pessoas. A Caixa vem concedendo as parcelas tanto para os registrados pelo aplicativo e CadÚnico, quanto para os segurados do Bolsa Família.

Os valores variam entre R$ 300 e R$ 600, sendo a parcela mais alta destinada para as mães de família solteira de ambos os grupos. Para quem é do Bolsa Família, trata-se da nona e última parcela do projeto. Já para os registrados por app o número da parcela varia de acordo com a data de aprovação no programa.

Calendário do auxílio emergencial – Ciclo 6 de pagamentos e saques

Nascidos em Quantos recebem Crédito em conta Saques em dinheiro e transferências
janeiro e fevereiro 6,2 milhões de pessoas 13 de dezembro 19 de dezembro
março 3,4 milhões de pessoas 14 de dezembro 4 de janeiro
abril 3,2 milhões de pessoas 16 de dezembro 6 de janeiro
maio 3,4 milhões de pessoas 17 de dezembro 11 de janeiro
junho 3,3 milhões de pessoas 18 de dezembro 13 de janeiro
julho 3,3 milhões de pessoas 20 de dezembro 15 de janeiro
agosto 3,3 milhões de pessoas 20 de dezembro 18 de janeiro
setembro 4,2 milhões de pessoas 21 de dezembro 20 de janeiro
outubro 3,3 milhões de pessoas 23 de dezembro 22 de janeiro
novembro 3,2 milhões de pessoas 28 de dezembro 25 de janeiro
dezembro 3,2 milhões de pessoas 29 de dezembro 27 de janeiro

Fonte: Ministério da Cidadania

https://www.youtube.com/watch?v=WYgXAR6Ct6k&t=4s

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Governo cobra devolução do auxílio emergencial até hoje (22); veja como devolver

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA