FGTS emergencial: Vale a pena sacar? Veja COMO usar seu dinheiro no final de ano

Pontos-chave
  • Caixa prolonga prazo para saque do FGTS emergencial;
  • Rentabilidade do benefício só contempla um grupo;
  • Formas de pagamento e saques variam de acordo com ferramenta do Caixa TEM.

Caixa Econômica Federal afirma que milhares de brasileiros ainda não fizeram o saque emergencial do FGTS. Nas últimas semanas, a instituição bancária anunciou que estaria prorrogando o prazo de retirada do benefício. No entanto, segundo a mesma há cerca de R$ 7,9 bilhões ainda retidos pelo programa. No texto abaixo, entenda se vale a pena utilizar os R$ 1.045 e acompanhe as novas datas.

FGTS emergencial: Vale a pena sacar? Veja COMO usar seu dinheiro no final de ano (Imagem: Google)
FGTS emergencial: Vale a pena sacar? Veja COMO usar seu dinheiro no final de ano (Imagem: Google)

O saque emergencial do FGTS vem sendo liberado desde o mês de julho. Desenvolvido como uma proposta de conter os efeitos da crise econômica do novo coronavírus, o pagamento deveria movimentar as finanças brasileiras e assim garantir uma maior rotatividade no PIB.

Vale a pena sacar o FGTS?

Apesar de parecer positivo, ainda há parte significante dos trabalhadores que optaram por não utilizar o benefício. Muitos alegam que preferem manter os R$ 1.045 no fundo de garantia do FGTS devido a sua rentabilidade.

Porém é preciso ficar atento, pois analistas financeiros afirmam que a modalidade de investimento não apresenta lucros reais.

A recomendação é que aqueles que estão em situação de vulnerabilidade social ou apresentam uma possível instabilidade em seus empregos, retire o pagamento.

Para quem está com as contas em dia, mas não apresenta um reserva de fácil acesso na poupança, o indicado é que o benefício seja transferido para ela.

Só vale a pena deixa-lo resguardado se houver recursos reservas já separados e o cidadão deseje, por exemplo, em breve financiar um imóvel. Para quem deseja utilizar o FGTS como parte do pagamento no sonho da casa própria, manter a quantia do saque emergencial retida é sim a melhor opção.

FGTS emergencial: Vale a pena sacar? Veja COMO usar seu dinheiro no final de ano (Imagem: Google)
FGTS emergencial: Vale a pena sacar? Veja COMO usar seu dinheiro no final de ano (Imagem: Google)

Novos prazos

Visando incentivar o saque, a Caixa ampliou os prazos de saque. Inicialmente, os segurados teriam até 30 de novembro para fazer as transações financeiras. No entanto, a data foi prolongada até 31 de dezembro.

Até mesmo aqueles que não tinham aderido ao benefício, podem solicita-lo pelo aplicativo do FGTS. A caixa estará enviando a quantia de R$ 1.045 para a poupança digital do Caixa Tem e o segurado terá até o último dia do ano para transferi-la para outra conta bancária de sua titularidade.

Já a partir do dia 1 de janeiro o valor voltará a ser endereçado para a conta do FGTS do cidadão e só poderá ser retirado sob as condições normais de saque, como aposentadoria, demissão sem justa causa (caso não tenha optado pelo saque-aniversário) e compra da casa própria, por exemplo.

Por onde receber o FGTS emergencial

O pagamento ainda permanece sendo feito pela poupança digital do Caixa Tem. Para isso o segurado precisa já ter efetivado seu cadastro na plataforma, fornecendo dados como o número de seu CPF, data de nascimento e nome completo. Ao receber a quantia, a ferramenta irá notifica-lo pelo celular.

Ainda em caso de dúvidas, basta entrar em contato com os servidores através dos seguintes portais:

  • Site do FGTS/Caixa (fgts.caixa.gov.br)
  • Disque 111, opção 2
  • App FGTS
  • Internet Banking Caixa

Como usar a quantia de forma consciente?

No caso dos brasileiros que estão em aperto financeiro, a principal recomendação é somar o valor do FGTS as demais fontes de renda para quitar débitos. Os pagamentos devem ser feitos, se possível, dentro dos prazos de validade para evitar assim a cobrança de juros.

Outra recomendação é destinar a quantia para as despesas de início de ano, como impostos (IPTU e IPVA) ou compra de material escolar para crianças e adolescentes. É possível também deixa-la retida na poupança como uma reserva emergencial caso o atual orçamento quite as despesas registradas.

Sobre a utilização do Caixa Tem

Para quem for manter o benefício retido, é importante lembrar que ele deve ser transferido para outra conta que não o Caixa Tem, tendo em vista que no dia 31 o valor seria novamente retirado. Durante esse período, o aplicativo ainda permite que sejam feitos pagamentos, compras online através de um cartão de débito e leitura de QR Code. Para saque, somente sob a utilização do cartão do banco financeiro ao qual é correntista.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.