Após cortar 57 unidades do Bom Prato, governo de SP retoma serviços dos restaurantes

Governo de São Paulo anuncia retorno das atividades de jantar pelo programa Bom Prato. Após informar que estaria operando apenas com café da manhã e almoço, representantes políticos voltam atrás e garantem as três refeições diários pelo projeto. Os valores variam entre R$ 0,50 e R$ 1, contando com 59 unidades em operação.

publicidade
Após cortar 57 unidades do Bom Prato, governo de SP retoma serviços dos restaurantes (Imagem: Google)
Após cortar 57 unidades do Bom Prato, governo de SP retoma serviços dos restaurantes (Imagem: Google)

O programa Bom de Prato está entre as ações mais conhecidas do estado de São Paulo. Por meio dele, a população consegue fazer suas refeições com um valor simbólico, reduzindo os índices de pobreza dessa região.

Após um período de paralisação das atividades por causa do novo coronavírus, os restaurantes voltaram a funcionar integralmente, inclusive nos finais de semana. O serviço que estava contando apenas com café da manhã e almoço, voltou a incluir o jantar.

publicidade

“Com a flexibilização do Plano SP, 76% da população estava na fase verde. A demanda para jantares vinha sendo reduzida. E alguns restaurantes continuavam a servir jantares onde havia demanda grande. Estamos sempre calibrando oferta e demanda para otimizar o recurso público. Com o Plano SP na fase amarela entendemos que precisamos oferecer jantares porque a demanda vai crescer novamente”, explicou a secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Célia Parnes.

Monitoramento por região

A representante explicou ainda que vem sendo feita uma fiscalização dos casos de covid-19 por região, para evitar que os restaurantes se tornem foco da pandemia.

“Não só no Bom Prato, mas monitoramento é feito em todos os serviços da assistência social para ver oferta e demanda.”

O programa passou a incluir ainda os moradores de rua que agora podem comparecer as unidades para poder se alimentarem.

“Quem vai ao albergue já encontra refeições nesses locais. E o Bom Prato passou a oferecer para pessoas que não usam os serviços de acolhimento. Eles são cadastrados pelos municípios e recebem um cartão para fazer as refeições gratuitamente”, afirma a secretária.

Endereços de alguns restaurantes que atendem o programa

Ferraz de Vasconcelos

publicidade
  • Avenida Lourenço Paganucci, 155

Itaquaquecetuba

  • Rua Padre Anchieta, 78
publicidade

Mogi das Cruzes

  • Rua Professor Flaviano de Melo, 333

Suzano

publicidade
  • Avenida Major Pinheiro Fróes, 148

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.