IPVA MG 2020: SEF divulga números impressionantes de inadimplentes na Zona da Mata

A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF-MG) informou que as cidades da Zona da Mata e Vertentes possuem inadimplência milionária do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). As cidades de Juiz de Fora, Viçosa, Barbacena e São João del Rei representam uma dívida de R$ 28 milhões do imposto de 2020, segundo dados obtidos pelo G1 nesta terça-feira (8).

IPVA MG 2020: SEF divulga números impressionantes de inadimplentes na Zona da Mata
IPVA MG 2020: SEF divulga números impressionantes de inadimplentes na Zona da Mata (Imagem: Gil Veloso)

Desse valor total de dívida ao Estado, os proprietários de veículos de Juiz de Fora possuem dívida de R$ 20.300.954,14 referente ao imposto deste ano. Em Viçosa, a quantia de dívida é de R$ 2.152.214,65.

Os contribuintes de Barbacena devem R$ 3.150.694,68 ao Estado. Por fim, São João del Rei representa inadimplência de R$ 2.583.124,52.

Com relação à arrecadação, a cidade de Juiz de Fora tem o valor de R$ 156.224.031,02 em 2020. A frota registrada é de 245.650 veículos. Em viçosa, os 42.645 veículos registrados podem gerar R$ 23.078.648,70 em arrecadação.

Em Barbacena, a frota é de 61.280 veículos, com a quantia somada de R$ 38.124.443,02 referente ao imposto. Já em São João del Rei, há 47.964 veículos registrados, com a quantia esperada de R$ 26.517.960,38.

Arrecadação e a frota estadual

Para todo o estado de Minas Gerais, o governo espera arrecadar R$ 6,33 bilhões com o IPVA 2021. Na comparação com 2020, o aumento seria de 6,74%, equivalente a R$ 399,8 milhões. O valor médio do imposto é de R$ 612,54.

Foi registado um aumento de 241.444 veículos na frota tributável, comparado ao ano anterior. Pelo dado contabilizado até 16 de outubro, a totalidade de veículos é de 10.343.686.

“O aumento da frota e da estimativa de arrecadação 2021 x 2020 caiu em termos percentuais, se comparado ao aumento 2020 x 2019, quando foi registrado um incremento de 3,74% na frota e 9,07% na estimativa de arrecadação”, afirma Osvaldo Lage Scavazza, subsecretário da Receita Estadual.

O provável motivo, segundo ele seria por reflexo da crise causada pela pandemia de covid-19. Até o fim de dezembro, o subsecretário espera que sejam acrescidos à frota mineira mais de 90 mil veículos. Estes bens englobariam os veículos zero quilômetro e os transferidos de outros estados.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.