Agibank cria nova marca para ESTE público de empreendedores; conheça

Mercado de dados é fomentado por fintech. Nessa semana, a Agibank informou que está criando uma nova empresa com foco na coleta de dados dos seus clientes. Intitulada de Hypeflame, a marca já conta com 400 funcionários e recebeu um investimento de R$ 200 milhões. Conheça mais sobre seus serviços no texto abaixo.

Agibank cria nova marca para ESTE público de empreendedores; conheça (Imagem: Google)
Agibank cria nova marca para ESTE público de empreendedores; conheça (Imagem: Google)

Em uma realidade onde cada vez mais os processos digitais estão sendo amplificados, a Agibank informou que está criando sua própria empresa para análise de dados.

A Hypeflame trabalhará com foco na inteligência de dados através do desenvolvimento de sistema de engenharias.

Sobre a marca

Fernando Castro, presidente executivo da nova empresa, explica que a ideia se deu mediante uma visão de oportunidade de mercado.

“Ao longo dos últimos anos, percebemos o valor que ganhamos ao olhar para os dados. Agora, queremos mostrar esse valor para a indústria”, explicou.

A nova empresa contará ainda com a participação de antigos projetos da Agibank, como o Agiplan, visando uma expansão futura de tais serviços.

“O Agibank é o primeiro cliente da Hypeflame, mas não será o único, e a receita da empresa é o orçamento que já tínhamos para a área”, diz Testa, atual CEO do Agibank.

Sistema de engenharia de dados

Quanto ao sistema de engenharia de dados, a marca espera otimizar a coleta e filtragem de informações dos usuários para que este material possa ser disponibilizado para diferentes companhias e industrias.

“Queremos criar uma solução ‘plug and play’, isto é, que as empresas possam implementar e sair usando”, afirma Testa. “A maioria das empresas, ao adotar a ideia de que vão ser direcionada por dados, acaba jogando os cientistas de dados na fogueira. É um processo mais complexo do que parece, envolvendo nuvem e inteligência de negócios (BI, na sigla em inglês).” 

Vagas em aberto

Em breve a nova empresa estará contratando cerca de 100 profissionais nas mais diversas áreas. A ideia é que haja uma seleção virtual para garantir a participação de trabalhadores nacionais e internacionais.

Os selecionados passarão por cursos de capacitação e contarão com uma série de treinamentos para desempenhar suas atividades dentro da empresa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.