Comércios e empresas temem restrições com 2ª onda de Covid-19; governo de SP publica novo plano

O governo de São Paulo vai anunciar nesta segunda-feira (26), um novo plano para frear o avanço da Covid-19. Com isso, o governo de SP pode voltar com restrições de circulação, com o intuito de evitar a 2ª onda da doença.

Comércios e empresas temem restrições com 2ª onda de Covid-19; governo de SP publica novo plano
Comércios e empresas temem restrições com 2ª onda de Covid-19; governo de SP publica novo plano (Imagem: Reprodução/Google)

São Paulo está registrando o aumento de casos de internações por Covid-19 em seus hospitais, com isso, e com medo da possibilidade de uma 2ª onda da doença, assim como está acontecendo em outros países, o estado deve anunciar nesta segunda-feira (30) um novo plano de restrições.

O estado registrou o maior número de internações desde agosto, segundo a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, tendo 872 novos pacientes internados na UTI e na enfermaria na última quarta-feira (25). Com isso, a média diária ficou em 726.

Segundo José Medina, coordenador da equipe do Centro de Contingência da Covid-19 do estado de São Paulo, o governo está preocupado com a atual situação da região e está estudando como conter o aumento de casos e de internações.

Medina afirmou que nada está descartado e que é possível adotar, mais uma vez, a restrição de circulação e a abertura do comércio. Além disso, é bem provável, que as atividades de lazer sejam restringidas, porém, não está em pauta a interrupção das aulas presenciais da rede de ensino.

“Não temos uma resposta uniforme ainda. Nós estamos debruçados diariamente na análise dos números para saber as medidas que podem ser tomadas e evitar o que está acontecendo agora. Não estamos desligados e estamos pensando nisso”, afirmou o coordenador.

O secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, também se pronunciou sobre o Plano São Paulo, e afirmou que ela é definida pelos índices oficiais.

“Podemos promover a retomada econômica ou a tomada de medidas mais restritivas para qualquer região que assim que necessitar”, explicou.

Na última terça-feira (24), o coordenador executivo do Centro de Contingência, João Gabbardo, disse que o grupo se reuniu e elaborou um documento que será usado para as decisões da gestão do estado,

“Aprovamos por maioria recomendações com restrições e algumas medidas que poderiam ser tomadas. O governo recebeu ontem [23] e entende que essas sugestões estão dentro do Plano São Paulo”, disse.

Glaúcia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.