PIX FALHOU: E agora? Veja o que fazer caso sistema tenha caido

O novo sistema de pagamentos do Banco Central, o PIX, já está disponível desde 16 de novembro para usuários de diversas instituições financeiras. É possível realizar transferências e pagamentos pelo sistema a qualquer hora do dia. No entanto, por estar em sua fase inicial, pode apresentar algumas falhas.

Inauguração do sistema PIX poderá trazer inovações ao mercado brasileiro, afirma analista
PIX falhou? Veja o que fazer caso sistema tenha caído (Imagem: Absalom Robinson/Pexels)
publicidade

Os usuários do sistema de pagamentos PIX tem reclamado nas redes sociais sobre instabilidades na hora de utilizar o novo sistema.

Os principais problemas são relacionados a dificuldades para realizar as transferências e fazer os pagamentos.

É válido lembrar que nessas primeiras semanas de operação do sistema, pode ser que alguns eventuais erros aconteçam. Isso porque, todas as funcionalidades acabaram de ser liberadas para os clientes.

De acordo com informações do Banco Central, essas instabilidades não irão prejudicar as operações do sistema PIX. E que nesses primeiro período após o lançamento, é normal que esses erros ocorram.

O que fazer em casos de instabilidade?

O primeiro passo que deve ser tomado ao não conseguir realizar uma operação pelo PIX é entrar em contato com a instituição financeira em que você está tentando realizar a movimentação.

Em seguida, a empresa vai te orientar quais medidas devem ser tomadas para que a operação seja concluída de forma correta.

Preciso sempre usar o PIX?

Não! O novo método não substitui os meios tradicionais de transferência bancária (TED e DOC), ou mesmo as formas de pagamento (crédito, débito, dinheiro…). O objetivo do novo sistema é facilitar a vida do usuário.

As transferências de valores podem ser realizadas a qualquer hora do dia em todos os dias do ano. É possível também receber valores e pagar outros boletos necessários.

Como realizar o cadastro da chave PIX?

Veja o passo a passo um exemplo de cadastro de uma chave PIX com o número do CPF e e-mail, utilizando o aplicativo do Nubank:

  • Primeiramente, no menu inicial, escolha a opção “PIX” ou “cadastro PIX”;
  • Em seguida, indique quais os dados serão utilizados e clique em “confirmar”;
  • Por fim, caso as informações estejam corretas, aguarde um e-mail de confirmação do banco.

Este foi só uma exemplo. Entretanto, ainda é possível criar suas chaves PIX com os seguintes dados: Número de CPF/CNPJ; Endereço de e-mail; Número do telefone celular EVP, sequência alfanumérica de 32 dígitos.

É possível fazer o seu cadastro de chave em diversos bancos. Confira aqui a lista com TODOS os bancos que já oferecem o cadastro Pix.

Lucas SantosLucas Santos
Lucas Santos é jornalista graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Possui experiência em assessoria de imprensa na Prefeitura Municipal de Cariacica e redação de notícias para o portal FDR. | Instagram @lucas.sanp | LinkedIn @lucassantospto