FGTS cancela pagamento de R$1.045 para quem descumprir ESTA regra

Pontos-chave
  • Segurados do FGTS podem perder o acesso ao saque emergencial;
  • Prazo máximo de retirada será vencido ao longo dos próximos dias;
  • Possibilidade de rendimento é avaliada por analistas.

Trabalhadores contemplados com o saque emergencial do FGTS podem ter seus benefícios cancelados. Nessa semana, a Caixa Econômica Federal informou que está cada vez mais próxima de encerrar o cronograma de pagamento pelo fundo de garantia. A instituição reforçou que com todos os depósitos já feitos para o Caixa Tem, os segurados devem ficar atentos aos limites de saque para não ter o valor travado novamente.   

FGTS cancela pagamento de R$1.045 para quem descumprir ESTA regra (Imagem: Google)
FGTS cancela pagamento de R$1.045 para quem descumprir ESTA regra (Imagem: Google)
publicidade

O pagamento do saque emergencial pelo FGTS começou a ser feito desde o mês de julho. O benefício foi aprovado pelo governo Bolsonaro com a finalidade de reduzir os impactos econômicos do covid-19.

No entanto, há chances do cidadão mesmo com o depósito em seu Caixa Tem ficar sem acesso ao benefício.  

Motivos para suspensão do pagamento  

Terá o saque emergencial cancelado todos aqueles que até o dia 30 deste mês não efetuarem seus saques. Isso ocorre porque o prazo foi determinado pela Caixa como o limite para fazer a retirada financeira.  

No entanto, para os trabalhadores que não moveram a quantia no Caixa Tem e também não forem sacar, o governo subentenderá que não há o interesse de utiliza-la e assim o benefício será retido e devolvido ao FGTS do cidadão.  

Notificação de falta de interesse 

Para quem desde o lançamento do benefício optou por não o receber, a Caixa deu um prazo de informe. Nesse caso, os trabalhadores deveriam acessar o aplicativo do FGTS e informar que não queriam ter os R$ 1.045 de seus fundos transferidos para o Caixa Tem.  

Para poder repassar ao banco a decisão, era necessário que o procedimento fosse feito até 10 dias antes da data de depósito prevista para o trabalhador (calendário exibido abaixo).

Ultrapassando esse prazo o valor seria enviado e para ser devolvido é necessário não o movimentar na plataforma digital.  

É válido ressaltar ainda que, só pode ter o saque emergencial de volta no FGTS aqueles que não utilizaram nem um centavo do benefício. Qualquer indício de transação financeira impede que a Caixa faça a restituição para os fundos de garantia até o fim de novembro.

Calendário de pagamento do saque emergencial via FGTS 

Nascidos em  Crédito na conta poupança social digital  Disponível para Saque em espécie ou transferência para outras contas 
Janeiro  29/06/2020  25/07/2020 
Fevereiro  06/07/2020  08/08/2020 
Março  13/07/2020  22/08/2020 
Abril  20/07/2020  05/09/2020 
Maio  27/07/2020  19/09/2020 
Junho  03/08/2020  03/10/2020 
Julho  10/08/2020  17/10/2020 
Agosto  24/08/2020  17/10/2020 
Setembro  31/08/2020  31/10/2020 
Outubro  08/09/2020  31/10/2020 
Novembro  14/09/2020  14/11/2020 
Dezembro  21/09/2020  14/11/2020 

Indicadores de rendimento 

Grande maioria dos brasileiros que não quiseram acessar os valores do FGTS estavam focados nas possibilidades de rendimento.

Isso porque, de acordo com as atuais estatísticas financeiras, o Caixa Tem rende o mesmo que a caderneta de poupança, o que significa 0,70% pela taxa de Selic que atualmente é de 2% mais a Taxa Referencial (TR), hoje em 0%. 

FGTS cancela pagamento de R$1.045 para quem descumprir ESTA regra (Imagem: Google)
FGTS cancela pagamento de R$1.045 para quem descumprir ESTA regra (Imagem: Google)

Dessa forma, uma vez em que o rendimento é menor que a inflação do ano, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve uma alta de 2,22%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 

Contrapartida o FGTS passou a render 3% a mais que a taxa referencial, sendo considerado um dos investimentos conservadores mais rentáveis do momento.

Vantagens e desvantagens do saque emergencial 

Para quem está com recurso sobrando em Caixa, manter os valores do FGTS pode ser uma opção viável. No entanto é válido ressaltar que mesmo com sua rentabilidade estável, é importante frisar que não há lucros reais no benefício.  

Dessa forma, para quem está em dívida ou passando por um momento de aperto financeiro, a recomendação mais segura é de fazer o saque. Isso evitará com que taxas de juros sejam aplicadas nos atrasos dos carnês e também poderá facilitar em um novo período de organização financeira.  

Não se recomenda, no entanto, que o benefício seja utilizado para compras supérfluas ou demais gastos não considerados relevantes. Tendo em vista a crise econômica que afeta todo o país, manter um valor em conta é algo necessário para possíveis cenários de défice financeiro. 

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.