Via Varejo fecha o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 590 milhões e consegue reverter prejuízo

A Via Varejo, dona das redes Casas Bahia e Ponto Frio, surpreendeu e registrou lucro líquido de R$ 590 milhões no terceiro trimestre deste ano, conseguindo reverter o prejuízo de R$ 346 milhões visto no mesmo período de 2019. O mercado estimava um prejuízo de R$ 167 milhões para a empresa neste período.

Vendas bateram recorde e e-commerce foi o grande destaque no trimestre; especialistas acreditavam que a companhia teria prejuízo mais uma vez (Imagem: Reprodução/Google)

O lucro líquido não recorrente ficou em R$ 490 milhões, enquanto o operacional foi de R$ 100 milhões, frente à um prejuízo de R$ 138 milhões e R$ 208 milhões operacional no terceiro trimestre de 2019, respectivamente.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) entre julho e setembro, ficou em R$ 1,120 bilhão, ante resultado negativo de R$ 97 bilhões de um ano antes. No critério ajustado, o indicador foi positivo em R$ 1,196 bilhão, ante R$ 220 milhões do terceiro trimestre do ano passado.

A margem Ebitda, que em 2019 era de -1,7%, está em 14,3% este ano. Considerando o ajuste, subiu de 3,9% para 15,3% na mesma comparação.

“A melhora significativa da performance foi resultado da excepcional venda do canal online, da evolução das vendas nas lojas físicas e das ações de redução de despesas fixas e variáveis refletindo ganhos de alavancagem operacional”, afirma a Via Varejo em comentário.

A receita líquida no terceiro trimestre ficou em R$ 7,8 bilhões, avanço de 37,3% ante o mesmo período de 2019. A rede de lojas terminou o trimestre com um caixa líquido de R$ 3,4 bilhões.

Vendas alcançaram recordes

A Via Varejo bateu recorde de vendas entre julho e setembro deste ano, totalizando R$ 10 bilhões em vendas brutas de mercadorias (GMV, na sigla em inglês), crescimento de 43,4% comparado ao mesmo período de 2019.

Segundo a companhia, o e-commerce respondeu por 41% das vendas. No terceiro trimestre do ano passado, essa participação não chegou aos 20%. As vendas digitais totalizaram R$ 4,1 bilhões, subindo 218,7% do mesmo período em 2019.

Antecipação de ofertas

Visando manter a alta de vendas e diminuir possíveis aglomerações durante a Black Friday, a Via Varejo, decidiu antecipar o evento e, desde o dia 23 de outubro deram início às promoções, estendendo-o até o dia 27 deste mês.

A diretora de Marketing e Comunicação Multicanal da Via Varejo, Ilca Sierra, afirmou que a ideia é que sejam anunciadas ofertas e vantagens para o consumidor, como frete grátis e entrega muito rápida. “Nossa campanha do ano passado foi tida como a mais lembrada pelos consumidores”, destacou.

As promoções poderão ser encontradas nas lojas físicas e também através das plataformas digitais. A empresa garante que não haverá flutuação de preços.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA