FGTS, PIS e auxílio emergencial: Veja TODOS os pagamentos ainda disponíveis para 2020

Pontos-chave
  • Saiba quem tem direito às parcelas extras do auxílio emergencial;
  • Saque emergencial do FGTS finaliza calendário de saques nessa semana;
  • Pagamento do PIS/PASEP continua até o primeiro semestre de 2021.

O ano está acabando, mas beneficiários ainda têm a oportunidade de sacar os valores disponibilizados pelo governo federal durante o período de crise provocado pela pandemia do novo coronavírus no Brasil. Entre eles: auxílio emergencial, saque emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e o abono do PIS.

FGTS, PIS e auxílio emergencial: Veja TODOS os pagamentos ainda disponíveis para 2020
FGTS, PIS e auxílio emergencial: Veja TODOS os pagamentos ainda disponíveis para 2020 (Imagem: Reprodução / Google)
publicidade

Auxílio emergencial

Especificamente no caso do auxílio emergencial, os futuros meses ainda serão de pagamento das parcelas extras de R$ 300.

Nesta prorrogação não são todos os beneficiários que recebem, pois depende da data em que se cadastraram para receber o benefício.

Benefícios que realizaram o cadastro em abril, por exemplo, têm direito a receber mais três parcelas: a sétima, a oitava e a nona.

A mais próxima (sétima parcela) começou a ser depositada em 30 de outubro, para nascidos em janeiro, e terá os créditos concluídos em 20 de novembro, para aniversariantes de dezembro.

Os saques ou transferências para outros bancos serão autorizados entre 7 de novembro e 5 de dezembro deste ano.

Já para os beneficiários que realizaram o cadastro em maio, três parcelas serão depositadas: a sexta, sétima e oitava. De acordo com o governo federal, não haverá nona parcela para esse grupo.

A parcela mais próxima (a sexta) teve os depósitos iniciados em 30 de outubro e será concluída em 20 de novembro. Os saques também serão liberados entre 7 de novembro e 5 de dezembro deste ano.

Para os beneficiários que realizaram o cadastro em junho, restam apenas duas parcelas extras: a sexta e a sétima.

A mais recente (sexta) cairá na conta digital a partir de 22 de novembro e os créditos serão concluídos em 12 de dezembro. Os saques ocorrem de 19 de dezembro a 27 de janeiro de 2021.

Por fim, os beneficiários que realizaram cadastro em julho tem direito apenas a mais uma parcela do auxílio emergencial extra, que será depositada entre os dias 13 e 19 de dezembro e ficarão disponíveis para saques também entre 19 de dezembro e 27 de janeiro de 2021.

Saque emergencial do FGTS

Durante a pandemia, contas ativas e inativas do FGTS foram autorizadas a sacar até um salário mínimo, que atualmente está em R$ 1.045. A data limite para realização do saque é o último dia deste ano, 31 de dezembro.

Todas as contas já estão autorizadas a fazer o saque, exceto os titulares nascimentos em novembro e dezembro, que serão liberados a partir de 14 de novembro deste ano.

Os saques podem ser realizados nas agências da Caixa, nos caixas eletrônicos e nas lotéricas. Ou, no banco de escolha do titular desde que ele realize a transferência por meio do Caixa Tem.

FGTS, PIS e auxílio emergencial: Veja TODOS os pagamentos ainda disponíveis para 2020
FGTS, PIS e auxílio emergencial: Veja TODOS os pagamentos ainda disponíveis para 2020 (Imagem: Reprodução / Google)

Abono do PIS

O abono do PIS também segue a regra do limite de até um salário mínimo. Têm direito ao benefício os profissionais que trabalharam com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano anterior e recebeu, no máximo, dois salários mínimos, em média, por mês. Também faz parte da regra estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos.

O valor do abono salarial varia de R$ 88 a R$ 1.045, de acordo com a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base, mas ainda está liberado apenas para os nascidos entre junho e outubro. Os meses restantes seguem o seguinte calendário:

​Novembro ​17/11/2020
​Dezembro ​15/12/2020
​Janeiro ​​
​​19/0​1/2021
​Fevereiro
​Março  

​​11/02/2021

​Abril
​Maio  

​​17/03/2021​​

​​Junho

Possibilidades de saque do abono salarial

Segundo a Caixa, são quatro as possibilidades de saque do abono salarial, seguindo os seguintes critérios:

  • Quem possui o Cartão Cidadão pode efetuar o saque nos caixas eletrônicos da Caixa, Correspondentes Caixa Aqui e Lotéricas;
  • Quem não possui o cartão, deve procurar uma agência da Caixa e apresentar um documento oficial de identificação;
  • Quem possuir conta individual na Caixa pode ter o benefício depositado diretamente na conta, caso haja saldo acima de R$ 1 e movimentação;
  • Abono de anos anteriores pode ser recebido nas Casas Lotéricas com senha e documento de identificação oficial com CPF, desde que a senha tenha sido cadastrada em agência e o beneficiário não esteja de posse do Cartão Cidadão.

AvatarIsabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.