Benefícios do INSS sofrerão reajustes chegando a R$6.229,18 em 2021

O governo federal com a sua proposta de Orçamento para o ano de 2021, tem a intenção de aumentar o salário mínimo para R$1.067. O aumento será de R$22, com relação ao atual valor de R$1.045, que também vai valer para os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Benefícios do INSS sofrerão reajuste chegando a R$6.229,18 em 2021
Benefícios do INSS sofrerão reajuste chegando a R$6.229,18 em 2021 (Foto: Google)

Os 35 milhões de aposentados e pensionistas do INSS devem contar com o reajuste no próximo ano. Com isso, o teto de pagamento sairia dos R$6.101,06 atuais para R$6.229,18 em 2021.

Esse aumento não é considerado um ganho real, já que só é considerado assim quando o valor sobe acima da inflação, por tanto, o poder de compra do brasileiro fica estagnado.

Em 2020, o valor do salário mínimo que foi proposto pelo governo de Jair Bolsonaro já estava corrigindo apenas pela inflação.

Mas, a área econômica modificou a política de aumentos reais que a antiga gestão implementou.

Essa política de reajustes pela inflação e variação do PIB vigorou de 2011 a 2019, mas o salário mínimo nunca teve um alta acima da inflação.

Nos anos de 2017 e 2018 foi realizado um reajuste tendo como base apenas a inflação, pois o PID dos anos anteriores teve retração.

Por conta disso, para que seja cumprida a fórmula proposta, apenas a inflação foi utilizada como base do aumento.

Projeção em queda

De acordo com a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia, foi reduzido para 2,09% a estimativa de inflação neste ano, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)

A medida tem como base a correção anual do salário mínimo pelo governo. Se a redução se confirmar e não mudar o cálculo, o reajuste de 2021 também deve ser menor do que o estimado antes.

Se esta nova previsão para o INPC de 2,09% se confirmar, a correção elevará o salário mínimo para R$1.066,84 a partir do mês de janeiro.

O valor é R$12,15 maior que o atual, sendo menor do que os R$1.079 que eram estimado em abril deste ano pelo governo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.