Bolsa Família paga PENÚLTIMA parcela do auxílio emergencial esse mês; veja detalhes

Pontos-chave
  • Segurados do Bolsa Família passam a receber penúltima parcela do coronavoucher;
  • Pagamento permanecerá sendo retirado nas agências bancárias;
  • Calendário de dezembro é antecipado e já está disponível.

Segurados do Bolsa Família começaram a receber penúltima parcela do auxílio emergencial. A partir da próxima segunda-feira (17), os cidadãos registrados pelo BF terão acesso a uma nova rodada no valor de R$ 300. De acordo com a Caixa, serão contemplados mais de 1 milhão de brasileiros. Abaixo confira todos os pagamentos que deverão ocorrer até o fim do ano.  

Bolsa Família paga PENÚLTIMA parcela do auxílio emergencial essa semana; veja detalhes (Imagem: Reprodução/Google)
Bolsa Família paga PENÚLTIMA parcela do auxílio emergencial essa semana; veja detalhes (Imagem: Reprodução/Google)

O calendário do auxílio emergencial está cada vez mais próximo de se encerrar. Para os cidadãos segurados pelo Bolsa Família uma nova rodada será iniciada ao longo dos próximos dias marcando o início das liberações da penúltima parcela do coronavoucher. 

Segundo o cronograma oficial, os valores de até R$ 300 serão concedidos entre os dias 17 e 30 de novembro, levando em consideração o número final de inscrição do NIS para organizar a ordem dos depósitos.  

Calendário de pagamentos do Bolsa Família em novembro:  

  • Número final de inscrição 1: receberão a partir de 17 de novembro; 
  • Final de inscrição 2: receberão a partir de 18 de novembro; 
  • Final de inscrição 3: receberão a partir de 19 de novembro; 
  • Número final de inscrição 4: receberão a partir de 20 de novembro; 
  • Final de inscrição 5: receberão a partir de 23 de novembro; 
  • Final de inscrição 6: receberão a partir de 24 de novembro; 
  • Número final de inscrição 7: receberão a partir de 25 de novembro; 
  • Final de inscrição 8: receberão a partir de 26 de novembro; 
  • Final de inscrição 9: receberão a partir de 27 de novembro; 
  • Número final de inscrição 0: receberão a partir de 30 de novembro. 

Meios de recebimento 

Para poder receber, os cidadãos ainda devem permanecer comparecendo até uma agência bancária da Caixa Econômica ou unidade das casas lotéricas.

O pagamento será concedido por meio da apresentação de um documento oficial com foto ou então através da utilização do cartão cidadão.  

É válido ressaltar que esse grupo não tem acesso a conta poupança digital da Caixa. Para eles não é necessário utilizar o aplicativo do Caixa Tem o que significa que não há um tempo mínimo de espera para a autorização de saques. 

Previsão da última parcela 

O encerramento da unificação do auxílio emergencial com o Bolsa Família está previsto para o mês de dezembro. 

De acordo com o calendário liberado pelo ministério da cidadania, até esse momento, os segurados terão acesso a todas as parcelas até o dia 23/12.  

Bolsa Família paga PENÚLTIMA parcela do auxílio emergencial essa semana; veja detalhes (Imagem: Reprodução/Google)
Bolsa Família paga PENÚLTIMA parcela do auxílio emergencial essa semana; veja detalhes (Imagem: Reprodução/Google)

Por se tratar do último mês do ano, os depósitos serão antecipados, sendo iniciados ainda na primeira quinzena do mês. A ideia é que já a partir do dia 10 os inscritos com o número final do NIS em 1 já passem a receber.  

Calendário de pagamento do Bolsa Família em dezembro 

Data do pagamento  Beneficiário do Bolsa Família 
10 de dezembro  NIS final 1 
11 de dezembro  NIS final 2 
14 de dezembro  NIS final 3 
15 de dezembro  NIS final 4 
16 de dezembro  NIS final 5 
17 de dezembro  NIS final 6 
18 de dezembro  NIS final 7 
21 de dezembro  NIS final 8 
22 de dezembro  NIS final 9 
23 de dezembro  NIS final 0 

 Sobre a unificação dos programas 

Ao todo, o auxílio emergencial vai conceder 9 parcelas com valores extras para os segurados do Bolsa Família.

A extensão começou a ser ofertada ainda no mês de abril, mediante a criação do programa para minimizar os efeitos do novo coronavírus.  

Inicialmente os valores concedidos foram de R$ 600. No entanto, ao decidir prorrogar a pauta, o presidente Jair Bolsonaro aplicou um corte de 50% afirmando que a medida seria necessária para viabilizar a disponibilização de recursos financeiros.  

Com o reajuste uma parcela significativa dos segurados do Bolsa Família passou a ser exclusa do programa de extensão. Tendo o valor teto reduzido, grande parte permaneceu recebendo apenas os benefícios já validados pelo BF, sem ter direito aos acréscimos que inicialmente somariam os R$ 600.  

Para as mães de família a quantia deixou de ser de R$ 1.200 e ficou em R$ 600. Quanto as expectativas para o mês de janeiro em diante, até esse momento não se sabe se o governo federal deverá consolidar o novo Bolsa Família, chamado de Renda Cidadã ou se manterá o auxílio emergencial. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.