Aposentadoria especial: Lista completa com profissões consideradas insalubres

Pontos-chave
  • A aposentadoria especial é paga para os trabalhadores em condições insalubres de trabalho;
  • O INSS possuí uma lista com essas profissões;
  • O valor pago depende de quanto tempo o trabalhador contribuiu com o INSS.

Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que trabalham em áreas insalubres podem contar com o período em que receberem o auxílio-doença previdenciário como tempo para antecipar a aposentadoria especial.

publicidade
Aposentadoria especial: Lista completa com profissões consideradas insalubres
Aposentadoria especial: Lista completa com profissões consideradas insalubres (Foto: FDR)

Essa aposentadoria é paga para os trabalhadores que exercem suas atividades expostos a agentes nocivos, que podem prejudicar à sua saúde ou integridade física.

Os cidadãos que trabalham expostos a agentes nocivos à saúde, como por exemplo calor ou ruído, em níveis de exposição acima dos limites estabelecidos em legislação própria, vão receber essa aposentadoria.

publicidade

Qual o tempo de carência?

O tempo de carência que é exigido para a solicitação do benefícios é de 180 contribuições feitas.

Isso se a atividade for realizada por cerca de 15, 20 ou 25 anos o trabalhador vai receber a aposentadoria especial sem que seja descontado do INSS.

Com isso, se um frentista receber o auxílio-doença previdenciário por dois anos para tratar de um câncer, o período de afastamento vai ser contado como contribuição à aposentadoria especial.

Valor

Aposentadoria especial: Lista completa com profissões consideradas insalubres
Aposentadoria especial: Lista completa com profissões consideradas insalubres (Foto: Google)

O valor do benefício pago é de 80% do período em que o segurado contribuiu com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Caso tenha 300 meses de contribuição, no total25 anos, será considerado apenas 240 contribuições, ou seja, 80%.

publicidade

Com isso, deve ser selecionada as 240 maiores contribuições, as 60 menores, 20%, são desconsideradas para o cálculo. Depois disso, realiza a divisão dessas 240 por 240.

Profissões consideradas insalubres

25 anos de atividade especial

  • Aeroviário.
  • Aeroviário de Serviço de Pista.
  • Auxiliar de Enfermeiro.
  • Auxiliar de Tinturaria.
  • Auxiliares ou Serviços Gerais que trabalham condições insalubres.
  • Bombeiro.
  • Cirurgião.
  • Cortador Gráfico.
  • Dentista.
  • Eletricista ( acima 250 volts).
  • Enfermeiro.
  • Engenheiros químicos, metalúrgicos e de minas.
  • Escafandrista.
  • Estivador.
  • Foguista.
  • Químicos industriais, toxicologistas.
  • Gráfico.
  • Jornalista.
  • Maquinista de Trem.
  • Médico.
  • Mergulhador.
  • Metalúrgico.
  • Mineiros de superfície.
  • Motorista de ônibus.
  • Motorista de Caminhão (acima de 4000 toneladas).
  • Técnico em laboratórios de análise e laboratórios químicos.
  • Técnico de radioatividade.
  • Trabalhadores em extração de petróleo.
  • Transporte ferroviário.
  • Transporte urbano e rodoviários
  • Tratorista (Grande Porte).
  • Operador de Caldeira.
  • Operador de Raios-X.
  • Operador de Câmara Frigorifica.
  • Pescadores.
  • Perfurador.
  • Pintor de Pistola.
  • Professor.
  • Recepcionista (Telefonista).
  • Soldador.
  • Supervisores e Fiscais de áreas.
  • com ambiente insalubre.
  • Tintureiro.
  • Torneiro Mecânico.
  • Trabalhador de Construção Civil (Grandes Obras, Apto acima de 8 andares).
  • Vigia Armado, (Guardas).

20 anos de atividade

  • Extrator de Fósforo Branco.
  • Extrator de Mercúrio.
  • Fabricante de Tinta.
  • Fundidor de Chumbo.
  • Laminador de Chumbo.
  • Moldador de Chumbo.
  • Trabalhador em Túnel ou Galeria Alagada.
  • Trabalhadores permanentes em locais de subsolo, afastados das frentes de trabalho.
  • Carregador de Explosivos.
  • Encarregado de Fogo.
publicidade

15 anos de atividade

  • Britador.
  • Carregador de Rochas.
  • Cavoqueiro.
  • Choqueiro.
  • Mineiros no subsolo.
  • Operador de britadeira de rocha subterrânea.
  • Perfurador de Rochas em Cavernas.

Quais os documentos apresentar para solicitar aposentadoria especial?

Devem ser apresentados:

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
  • RG;
  • CPF;
  • Carteira Nacional de Habilitação;
  • Carteira de Trabalho.
  • Formulários SB-40 e DSS-8030;
  • Formulário PPP;
  • Laudo técnico;
  • Comprovante de residência;
  • Requerimento por escrito.

Como solicitar?

O pedido pode ser feito no aplicativo Meu INSS, ou no site de mesmo nome.

  1. “Agendamentos/Solicitações”.
  2. Na nova tela que abrir, clique na opção “NOVO REQUERIMENTO” que está no canto inferior direito.
  3. Após isso, será exibida uma lista os mais variados serviços que o INSS disponibiliza. No nosso caso, precisamos clicar em “Aposentadoria, CTC e Pecúlio”.
  4. Você verá que não temos como escolher a opção “Aposentadoria Especial”. Isto porque a aposentadoria especial está escondida dentro da aposentadoria por tempo de contribuição. 
  5. O próximo passo é escolher a opção com “Aposentadoria por Tempo de Contribuição”.
  6. Pode ser que seja aberta uma tela pedindo para atualizar os dados de contato. Caso isso ocorra é só clicar no botão azul “ATUALIZAR”.
  7. É sempre importante deixar o endereço atualizado, junto com um número de telefone celular e residencial, além de um e-mail.
  8. Com os dados atualizados é só clicar no canto inferior da tela em “AVANÇAR”.
  9. Agora o INSS vai perguntar se você deseja apenas a Certidão de Tempo de Contribuição. Mas, basta clicar em “AVANÇAR”.
  10. Irá aparecer uma tela pedindo para clicar em “AVANÇAR”;
  11. Depois de clicar em avançar serão feitas uma série de perguntas, leia elas com calma e responda;
  12. Desça a tela você encontrará os “Anexos”,nessa parte em que colocaremos todos os documentos para melhorar as chances de concessão do pedido de aposentadoria;
  13. Com tudo anexado em conformidade com as exigências do INSS, só clicar em “AVANÇAR”.
  14. É necessário conferir as relações previdenciárias. Se alguma estiver errada é possível corrigi-la. Estando tudo certo é só “AVANÇAR”. 
  15. Fique atento para ver se as informações estão corretas e verdadeiras, se preencher e não conseguir provar então o pedido será indeferido.
  16. Vai aparecer uma tela pedindo para informar o CEP. Isso serve para o INSS descobrir qual a agência mais próxima, na hipótese de ser preciso ir pessoalmente na agência. Logo depois será preciso escolher a agência bancária mais conveniente para receber o benefício, recomendamos a mais próxima da sua casa.
  17. Depois de escolher a agência bancária vai aparecer uma tela com o resumo do seu pedido.
  18. Selecione a opção “AVANÇAR”e o pedido de aposentadoria especial foi feito.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.