CPF negativado: Como consultar seus débitos e limpar o seu nome

Ficar com o Cadastro de Pessoa Física (CPF) negativo gera uma série de restrições. Para “limpar o nome”, quem não consegue quitar a dívida, deve aguardar o período de prescrição da mesma, o que pode levar até 10 anos. A melhor forma de ter controle sobre essa situação é consultando seus débitos e se organizando para quitá-lo.

CPF negativo: Consulte seus débitos e limpe seu nome
CPF negativo: Consulte seus débitos e limpe seu nome (Imagem: Reprodução / Google)

Como saber se meu nome está sujo?

A forma mais comum e prática para fazer esse tipo de consulta é acessar o site ou o aplicativo do Serasa, disponível gratuitamente nos sistemas operacionais Android e iOs.

Nessas plataformas, a consulta é gratuita: basta informar o CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail e gerar uma senha.

Além de informar se o seu CPF está negativo, é possível saber sua situação na Receita Federal (que pode estar regular ou não).

A plataforma oferece ainda o Serasa Score, uma pontuação de 0 a mil que mostra quais as chances de um determinado perfil pagar as contas corretamente nos próximos 12 meses.

Como limpar meu nome?

Como mencionado, o “nome sujo” causa uma série de restrições, como acesso a crédito no mercado, seja empréstimos em bancos ou instituições financeiras, financiamentos ou crediário, por exemplo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
imagem do cartão
Você foi selecionado para ter um cartão de crédito, sem anuidade hoje mesmo.
Faça sua aplicação!
277 pessoas solicitando no momento...

Se o CPF realmente estiver negativo, o mais indicado a fazer é negociar a quitação da dívida com a empresa afetada. A partir do pagamento, há um prazo de cinco dias úteis para que o nome fique “limpo”.

Se a dívida for parcelada, a retirada do CPF acontece logo após o pagamento da primeira parcela, mas é preciso se atentar ao compromisso.

“É sempre bom ressaltar que se o consumidor não honrar os próximos pagamentos, das próximas parcelas, o nome dele poderá voltar a ser negativado”, disse a coordenadora de educação financeira da Serasa, Joyce Carla.

Fraude no CPF

Se ao acessar o Serasa encontrar seu nome sujo e não reconhecer a dívida, é preciso entrar em contato com a empresa para informar o ocorrido.

Em segundo plano, se não for resolvido, é possível acionar o Procon ou ingressar com uma ação judicial pedindo a regularização do cadastro e cobrando indenização por dano moral.

No caso das dívidas que já foram pagas, mas continuam “pendentes”, novamente é preciso entrar em contato com a empresa. Dessa vez, deve-se comprovar o pagamento do débito.

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.