Caiu no pente fino do INSS? Veja como atualizar seus documentos para NÃO perder seu salário

Segurados do INSS passam por processo de fiscalização em seus registros. Se você é um aposentado ou pensionista do Instituto Nacional do Seguro Social fique atento. Cerca de 1,7 milhão de pessoas foram convocadas para esclarecer os registros legais enviados ao órgão A iniciativa tem como finalidade reduzir o número de fraude dos benefícios e vem resultando no desligamento de milhares de pessoas.  

Caiu no pente fino do INSS? Veja como atualizar seus documentos para NÃO perder seu salário (Imagem: Google)
Caiu no pente fino do INSS? Veja como atualizar seus documentos para NÃO perder seu salário (Imagem: Google)

O INSS explicou que a operação pente fino está sendo feita desde o início do ano. A ideia é que seja realizada uma revisão na documentação dos segurados para que os mesmos permaneçam tendo acesso aos seus benefícios.

Aqueles que foram convocados possuem um prazo de até 30 dias para corrigir os erros detectados, ganhando mais um mês de conclusão de análise.  

O procedimento de revisão é simples. O INSS vem enviando cartas para aqueles que estão com erros de cadastro. O documento está sendo entregue pelos correios ou pode ser acessado por meio das plataformas digitais do INSS.

Ao recebe-lo o segurado deve verificar os dados que precisam ser corrigidos e dar início ao processo de atualização.  

Basicamente basta reunir todos os documentos exigidos no documento e entrega-los ao INSS. Há duas possibilidades de fazer essa devolução. A primeira é por meio do Meu INSS, onde o segurado deve digitalizar e anexar todos os seus registros.

A segunda é através das urnas do instituto. Nesse caso, basta colocar as cópias dos documentos em um envelope devidamente identificado e entregar em qualquer ponto de coleta mais próximo de sua residência.  

O prazo total para a correção de até 60 dias contabilizados a partir da data de entrega da convocação.  

Entrega dos documentos digitais 

Se você deseja optar pela entrega virtual, basta seguir as etapas abaixo: 

  • Acesse o site Meu INSS ou aplicativo (disponível para iOS e Android) por meio de seu login e senha. 
  • Na página inicial, selecione a opção “atualização de dados cadastrais do benefício”. 
  • Estando com os dados atrasados, clique na função “atualizar” e confira as informações. Ao terminar, clique em “Avançar”.  
  • Por fim, passe a anexar os documentos e finalize respondendo questões de identificação para a validação do registro. Normalmente são feitas perguntas referentes a qual o número do benefício, se deseja cadastrar um procurador, se precisa alterar seu nome, nome da mãe, data de nascimento, sexo ou número do RG e CPF, e se deseja alterar outro documento. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.