FGTS: Saiba como funcionará o pagamento para último grupo de beneficiados

O FGTS é um fundo criado pelo governo federal para formar uma reserva de dinheiro para o trabalhador. O dinheiro é depositado todo mês pela empresa e equivale a 8% do salário. Nesse ano atípico, quando a pandemia assola o mundo inteiro, o governo brasileiro liberou o saque emergencial do FGTS de até R$1.045 por trabalhador.

FGTS: Saiba como funcionará o pagamento para último grupo de beneficiados
FGTS: Saiba como funcionará o pagamento para último grupo de beneficiados (Foto: FDR)

Recebem o FGTS integralmente aqueles que são demitidos sem justa causa. No caso do saque emergencial, a quantia limite pode ser liberada com a soma das contas ativas e inativas. 

Além disso, quem possuí valor menor que R$1.045 poderá zerar sua conta com o saque total do fundo.

Calendário saque emergencial FGTS

O calendário é definido de acordo com o mês de nascimento do trabalhador, isso para evitar aglomeração nas agências por conta do novo coronavírus.

Mês de nascimento Dia do crédito na conta poupança social digital data para saque em espécie
janeiro 29 de junho 25 de julho
fevereiro 06 de julho 08 de agosto
março 13 de julho 22 de agosto
abril 20 de julho 05 de setembro
maio 27 de julho 19 de setembro
junho 03 de agosto 03 de outubro
julho 10 de agosto 17 de outubro
agosto 24 de agosto 17 de outubro
setembro 31 de agosto 31 de outubro
outubro 08 de setembro 31 de outubro
novembro 14 de setembro 14 de novembro
dezembro 21 de setembro 14 de novembro

Perceba que todos os aniversariantes já receberam o crédito na conta poupança digital do Caixa Tem. Agora, resta apenas a liberação do saque em 14 de novembro para nascidos em novembro e dezembro.

Como é o pagamento?

O governo faz o pagamento para o trabalhador na poupança digital do Caixa Tem. Todos os trabalhadores com direito ao saque tiveram um conta criada em seu nome.

Para receber, basta baixar o aplicativo e fazer seu primeiro login. Isso só não acontece se esse trabalhador sinalizar que não deseja receber esse dinheiro.

Caso o dinheiro caía na sua conta e você não deseja receber é só informar no aplicativo e fazer a devolução.

Como devolver o dinheiro?

No aplicativo do FGTS terá a opção para aqueles que não desejam sacar o FGTS. Essa comunicação para a Caixa, deve acontecer 10 dias antes da data que o crédito vai ser depositado na poupança social, que será aberta para todos os participantes do fundo. 

Caso o trabalhador perca o prazo, esse crédito vai ser depositado, mas ainda assim é possível pedir pelo aplicativo o desfazimento do depósito. 

Ao fazer essa solicitação, os valores retornaram à conta do FGTS devidamente corrigidos. 

Se o desfazer do depósito não for realizado, o dinheiro permanecerá na conta social até o dia 30 de novembro de 2020. 

Depois dessa data, o valor será devolvido à conta do fundo com a devida remuneração no período.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.