Pente fino do INSS: Veja se está na lista dos segurados que terão benefícios revisados

Pontos-chave
  • INSS realiza operação pente fino e desliga segurados;
  • Documentações desatualizadas devem ser entregues pela internet;
  • Cidadãos devem ficar atentos aos prazos de correção.

Atenção! Aposentados e pensionistas poderão ter seus benefícios suspensos mediante pente fino realizado pela administração do instituto. Desde o começo do ano, o INSS vem realizando uma operação de fiscalização no registro de seus segurados. Até o momento, mais de 1,7 milhão de pessoas foram convocadas para revisar os dados. Abaixo, saiba o que fazer caso seu nome seja marcado.  

Pente fino do INSS: Veja se está na lista dos segurados que terão benefícios revisados (Imagem: Google)
Pente fino do INSS: Veja se está na lista dos segurados que terão benefícios revisados (Imagem: Google)

Com a validação da reforma da previdência, em novembro de 2019, o INSS vem realizando uma inspeção administrativa nos registros de seus segurados.

A ação tem como finalidade desligar aqueles que estão recebendo benefícios indevidamente ou atualizar a documentação dos cidadãos em situação de irregularidade.  

Entre os procedimentos realizados, o pente fino exige uma reavaliação em todos os documentos que embasaram a concessão do benefício. Esse processo vem sendo aplicado no caso de pagamentos como aposentadorias, pensões, auxílios doença e todos os demais programas.  

Até o momento, há cerca de 15 milhões de processos em espera na fila de análise. Destes, cerca de 50% será necessário um atendimento presencial uma vez que os segurados precisam renovar seus documentos.  

O que fazer se for notificado 

Caso seu nome entre na ficha de revisão, a primeira coisa a fazer é ficar atento ao prazo de envio da carta do INSS. Após receber o documento, você terá 60 dias para enviar a documentação solicitada, sendo necessário mandar todos os dados em copias simples, sem autenticação.  

O processo de devolução da papelada vem sendo feito por meio do Meu INSS. Basta escanear os documentos e na aba de ‘Atualização de Dados e Beneficio’ anexar a cópia digitalizada dos dados para poder regularizar sua situação. Normalmente o INSS solicita os seguintes registros:  

  • CPF 
  • RG 
  • Certidão de nascimento ou casamento 
  • Título de Eleitor 
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social 

Atualização nas agências 

Para os segurados que não conseguirem realizar o procedimento pela internet, é possível ainda entregar os documentos em uma agência.

Nesse caso, ele deve ligar para o 135 e marcar um dia e horário para fazer o depósito. O prazo para o envio é também de 60 dias contados desde a convocação.  

Caso o segurado não consiga fazer o envio da documentação pelo Meu INSS, ele deve agendar o cumprimento da exigência em uma agência do INSS mais próxima da sua residência. Para isso, é preciso ligar para o telefone 135 do INSS e escolher a opção ‘Entrega de Documentos por Convocação’. O INSS não receberá o cumprimento de exigências sem agendamento prévio. 

Por fim, os segurados também podem entregar seus dados nas urnas localizadas nas áreas externas das agências, desde que todos estejam devidamente lacados em um envelope totalmente identificado.  

Pente fino do INSS: Veja se está na lista dos segurados que terão benefícios revisados (Imagem: Google)
Pente fino do INSS: Veja se está na lista dos segurados que terão benefícios revisados (Imagem: Google)

Falta de atualização suspende o benefício 

Depois dos 60 dias, os segurados que não conseguirem atualizar seus registros terão os benefícios suspensos por 30 dias. Durante esse período ainda é possível recorrer e atualizar os dados, porém caso isso não ocorra o pagamento será totalmente bloqueado.  

O INSS explica ainda que as convocações estão sendo feitas para aqueles que apresentam dados inconsistente detectados pelo Sistema de Verificação de Conformidade da Folha de Pagamento de Benefícios e apresentado pelo Painel de Qualidade de Dados do Pagamento de Benefícios. 

Endereço atualizado e carta digital 

Por fim, é importante lembrar a importância da atualização dos dados para que se possa receber a carta de convocação. Os segurados devem ficar atentos ao sistema do INSS e conferir se o endereço está correto. Além disso, informações como email e telefone também são essenciais nesse processo.  

O INSS criou ainda uma modalidade de Entrega Digital, em parceria com os Correios, para poder alertar os cidadãos sobre os atrasos em seus registros.

As cartas online ficam presentes no Meu INSS, na função ‘Minhas Mensagens’ explicando todos os procedimentos que devem ser realizados.  

Por meio da plataforma o cidadão consegue ter acesso aos prazos e toda a lista de documentos que precisarão ser corrigidos. Em caso de dúvidas, há ainda um atendimento automático para esclarecer os questionamentos. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA