Cade aprova a compra da Easynvest pelo Nubank; corretora tem 1,5 milhão de clientes

De acordo com a decisão que foi anunciada nesta terça-feira (27) no Diário Oficial da União, a compra da Easynvest pelo Nubank foi aprovada, sem restrições, pela Superintendência-Geral do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Cade aprova a compra da Easynvest pelo Nubank; corretora tem 1,5 milhão de clientes
Cade aprova a compra da Easynvest pelo Nubank; corretora tem 1,5 milhão de clientes (Foto: Google)

Segundo fontes próximas às negociações entre as duas empresas, essa aprovação do Cade é mais uma etapa do processo de aquisição e outras partes ainda podem fazer o questionamento sobre a decisão da Superintendência-Geral. A aprovação definitiva do Cade tem a previsão de acontecer no mês de novembro.

Além do Cade, o negócio ainda necessita ser aprovado pelo Banco Central (BC), o que, conforme fontes, deve ocorrer entre três e seis meses depois do anúncio da aquisição, realizado dia 11 de setembro pelo Nubank.

A Easynvest é uma corretora de investimento digital que possui 1,5 milhão de clientes. Até o momento, nada mudou para os clientes de ambas as plataformas. As empresas continuam operando normalmente e de maneira independente.

Esta é a terceira aquisição do Nubank em 2020. O banco digital  também fez a aquisição da consultoria de tecnologia Plataformatec no começo deste ano e adquiriu a empresa americana de engenharia de software Cognitect no mês de julho.

Mais informações sobre o Nubank

Fundada em 6 de maio de 2013 por David Vélez Vagner S.Teves Jr., Edward Wible e Cristina Junqueira, a Nubank é uma startup brasileira que tem seu foco no segmento financeiro. 

Seu segmento de atuação é conhecido como fintech, com o primeiro produto divulgado em 2014: um cartão de crédito com a bandeira da Mastercard que não possui taxa de anuidade controlado digitalmente através do smartphone.

O intuito de ter desenvolvido a empresa foi a experiência ruim com os bancos brasileiros tradicionais, como por exemplo o Itaú, Banco do Brasil e Santander. Não somente pelas altas taxas cobradas nos serviços, mas também pelo péssimo atendimento e a alta burocracia para movimentações simples.

Em 2016 a Nubank registrou a marca de mais de 8 milhões de pedidos de cartão de crédito. No mesmo ano recebeu a avaliação de US$4 bilhões, sendo avaliada como uma “empresa unicórnio”. Também adicionou a função de cartão de débito.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.